Vasco sofre, mas vence o Bangu em noite de Nene, que brilha e vira artilheiro isolado do Carioca
Felippe Rocha
Vasco sofre, mas vence o Bangu em noite de Nene, que brilha e vira artilheiro isolado do Carioca


O jogo parecia encardido. Estava muito difícil para o Vasco . Mas num intervalo de cinco minutos, Nene tirou duas jogadas lindas do repertório para dar uma assistência para Raniel e marcar ele mesmo o segundo gol. Deste modo, Felipe Loureiro, ou Felipe Maestro, até foi recebido com homenagens em São Januário, mas o técnico do Bangu viu o time cruz-maltino conquistar mais uma vitória no Campeonato Carioca. Com o 2 a 0, o time chegou a 16 pontos e subiu uma posição na tabela. O camisa 10 é o artilheiro isolado da competição, com cinco gols. O próximo adversário é o Audax, domingo.

VASCO BEM
Chovia na Colina e, aos quatro minutos, houve duas chances seguidas para o time visitante. Nascimento limpou dois marcadores, chutou e Thiago Rodrigues defendeu. No rebote, o goleiro afastou para frente, e Roberto Baggio não conseguiu finalizar na direção certa. Pouco depois foi Nene quem fez Paulo Henrique trabalhar após receber passe de Gabriel Pec. Pouco tempo depois, Bruno Nazário aproveitou jogada pela esquerda e chutou forte, mas o goleiro alvirrubro defendeu novamente. E ainda teve a chance de Pec, que soltou o pé, mas o goleiro pegou. Era o melhor momento do Vasco.



PRESSÃO DO BANGU
Só que na volta da parada técnica, o Bangu, que estava organizado, teve campo para jogar. Anderson Conceição precisou intervir pela primeira vez aos 21 minutos. Aos 24, Denilson chutou de muito longe e obrigou Thiago Rodrigues a fazer boa defesa. No minuto seguinte, Daniel Dias recebeu da esquerda e finalizou com perigo, só que por cima. E o goleiro vascaíno precisou trabalhar novamente aos 27, após chute de Lucas Oliveira. Era pressão do Bangu! O time da casa até respirou aos 35, quando Juninho pegou firme na bola, mas mandou para fora. O zagueiro Anderson Conceição voltou a aparecer bem após intervir outras duas vezes para salvar o Cruz-Maltino antes do apito para o intervalo.

O BRILHO DO CRAQUE
A segunda etapa começou com a chuva mais forte ainda e o time comandado por Felipe novamente melhor. Santarém fez o goleiro vascaíno trabalhar logo aos três minutos. Mas aos cinco, Juninho respondeu com um chute colocado. O jogo seguida muito difícil para o Vasco, até que Nene tirou da cartola um passe de calcanhar que virou um lançamento para Raniel, na cara do gol. Mesmo marcado, o centroavante conseguiu chutar no canto e abrir o placar aos 14 minutos. E Nene tranquilizou mais ainda a torcida aos 19 minutos, em cobrança de falta. Como se fosse fácil, o camisa 10 guardou no ângulo superior direito do goleiro alvirrubro. Vasco 2 a 0.

CALMARIA
Depois da parada para hidratação, com substituições frequentes, o ritmo de oportunidades para ambos os times diminuiu. Gabriel Pec chegou a encantar a torcida com um elástico na ponta direita e Nene tentou um gol do meio-campo. Nenhum dos dois foi feliz nas respectivas jogadas. O time visitante até deu dois sustos nos minutos finais, mas não conseguiu diminuir o prejuízo na noite chuvosa na Colina.

-> Confira a tabela do Campeonato Carioca

FICHA TÉCNICA
VASCO 2 X 0 BANGU


Data e hora: 17/2/2022, às 20h350
Local: Estádio de São Januário, no Rio de Janeiro (RJ)
Árbitro: Tarcizo Pinheiro Caetano
Assistentes: Rodrigo Figueiredo Henrique Corrêa e Diego Luiz Couto Barcelos
Público pagante: 5.735 pessoas
Público presente: 5.931 pessoas
Renda: R$ 169.120,00

Cartões Amarelos: Juninho, Bruno Nazário e Nene (VAS); Israel, Wisney, Daniel Dias (BAN)
Cartões Vermelhos: Não houve

Gols: Raniel (14'/2ºT 1-0) e Nene (19'/2ºT 2-0)

VASCO
Thiago Rodrigues; Weverton, Cangá, Anderson Conceição e Riquelme (Edimar, 29'/2ºT); Matheus Barbosa (Laranjeira, 44'/2ºT) e Juninho (Galarza, 35'/2ºT); Bruno Nazário, Nene (Isaque, 44'/2ºT) e Gabriel Pec; Raniel (Getúlio, 28'/2ºT) - Técnico: Zé Ricardo.

BANGU
Paulo Henrique, Carlos Eduardo (Wisney, 10'/2ºT), Israel, Lucas Oliveira e Raí; Renatinho (Adsson, 31'/2ºT), Denilson e Roberto Baggio; Nascimento (Felipinho, 31'/2ºT), Daniel Dias (Alison, 20'/2ºT) e Luis Araújo (Santarém, 26'/1ºT) - Técnico: Felipe Loureiro.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários