Pode se iludir? Lázaro analisa 'quinteto mágico' do Corinthians: 'A tendência é ir melhorando'
Rafael Marson
Pode se iludir? Lázaro analisa 'quinteto mágico' do Corinthians: 'A tendência é ir melhorando'


Pela primeira vez na temporada, os cinco jogadores mais badalados do Corinthians (Giuliano, Renato Augusto, Paulinho, Willian e Róger Guedes) começaram uma partida juntos. O quinteto ficou junto até os 34 minutos do segundo tempo na vitória contra o São Bernardo , e mostrou que, embora falte entrosamento, há enorme potencial.

> GALERIA - Róger Guedes e Willian se destacam na vitória do Timão; veja notas

Durante entrevista coletiva, o técnico interino Fernando Lázaro destacou a qualidade dos cinco atletas em interpretar as situações de jogo para se ajustarem em campo. Ainda, ressaltou que há espaço para evoluírem, tanto fisicamente, como a química dentro do gramado.

- Os cinco atletas, de altíssimo nível. Isso ajuda demais. Com eles crescendo ao longo da temporada, de condicionamento e entrosamento, vai permitindo ainda mais. São caras além da qualidade técnica e física, tem uma leitura tática muito grande. São atletas que se reprogramam e se reajustam durante o jogo, de acordo com as necessidades. São versáteis também. Possibilitam ocupar espaços diferentes. Estão crescendo e a tendência é ir melhorando ao longo dos jogos - analisou Lázaro.

Diante do Bernô, apenas Paulinho não teve uma participação direta em gol. Giuliano deu o passe para o primeiro gol de Róger Guedes, Renato Augusto serviu o camisa 9 para o segundo gol da partida, e Willian converteu a penalidade que selou o placar.

> TABELA - Confira e simule os jogos do Timão no Campeonato Paulista

Sobre o camisa 10 , o técnico interino do Timão destacou o poder do meia em desequilibrar a partida com seus dribles, e disse que ele superou a previsão da comissão técnica sobre o período em campo. Lázaro também ressaltou que o quinteto suportou bem a intensidade da partida.

- Pela primeira vez, os cinco iniciando, tendo condição física inclusive. Suportaram bem a partida, fizeram um bom jogo. Primeiro tempo difícil, de muita marcação do outro lado. Nossa construção prejudicada pela qualidade do adversário. Sobre o Willian, teve uma grande partida. Mesmo no primeiro tempo, conseguiu desequilibrar pela esquerda. É um jogador que além de outras virtudes, tem o lado individual, que quebra a marcação em um momento desse de jogo. Conseguiu suportar bem o jogo. Fazer o gol é importante para ele. Fez mais de 70 minutos, um pouco mais do que a gente previa. Esta sendo um avanço gradual dele, e muito bem feito.

Dos cinco jogadores citados, Willian foi o que ficou mais tempo afastado. Após a estreia diante da Ferroviária, o meia foi preservado pela comissão técnica contra Santo André e Santos por controle de carga. Ele entrou no segundo tempo contra Ituano e Mirassol.

Repatriado em agosto do ano passado, após 14 anos na Europa, Willian havia feito 12 jogos desde o seu retorno ao Timão, sendo nove deles jogando na Neo Química Arena, mas sem ter ido às redes até este 16 de fevereiro de 2022.

O próximo compromisso do Corinthians no Paulistão é no sábado (19), às 18h30, em Ribeirão Preto, contra o Botafogo-SP.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários