Lutador aceita combate em outro evento de MMA e é desligado do SFT
TATAME
Lutador aceita combate em outro evento de MMA e é desligado do SFT


Considerada uma das principais organizações de MMA do Brasil, o SFT vem crescendo de forma constante nos últimos anos e um dos objetivos da companhia é fazer com que os seus atletas evoluam na mesma proporção. Por conta disso, o SFT adotou uma política de contratos exclusivos com lutadores.

Entretanto, recentemente o peso-galo Helio Nunes, que aceitou lutar em outro evento de MMA e divulgou nas suas redes sociais, teve a ligação com o SFT encerrada.

David Hudson, presidente da companhia, comentou sobre o tema e explicou como a pandemia do novo coronavírus impactou nos planos do evento nos últimos anos.

- Em fevereiro de 2020 foi o nosso último evento antes da pandemia. Ficamos sete meses sem poder fazer eventos e liberamos nossos atletas que receberam ofertas para lutar nesse período. Voltamos em outubro de 2020 com quatro cards para dar oportunidades aos atletas, mas depois tivemos que parar novamente por oito meses por causa da pandemia - falou David.

- A maioria dos atletas de MMA no Brasil lutam duas vezes por ano. Alguns mais experientes lutam três e, raramente, quatro vezes. O Helio fez toda a sua carreira no SFT até agora, do amador ao profissional, e não imaginava que ele quebraria o contrato dessa maneira - completou o presidente, destacando que desde julho de 2021, o SFT realizou nove edições.

David lamentou o fato de alguns lutadores que assinam vínculo exclusivo com o evento optarem por lutar em outros eventos antes do término do acordo, o que prejudica o trabalho da companhia em projetar novos campeões e compromete o investimento feito pela organização e por empresários.

- O SFT está em uma posição que nunca existiu no MMA brasileiro, que é passar numa TV aberta todo sábado à noite, então nós temos que proporcionar um evento de qualidade para o público. Porém, é impossível criar fãs, uma base, sem você ter um time de atletas mais fixo. Isso também reflete positivamente para o lutador que cumpre o contrato, cresce com a gente, ganha mais visibilidade e melhores oportunidades financeiras - disse Hudson.

Helio Nunes se pronuncia

Aos 31 anos de idade, Helio Nunes começou sua carreira no MMA profissional em 2019, justamente no SFT. Desde então ele realizou quatro lutas, com três vitórias e uma derrota, sendo a sua última apresentação em dezembro de 2021: um triunfo por nocaute sobre Daniel Silva. Apesar da saída da organização, o lutador quer seguir no esporte.

- O SFT exige total exclusividade dos atletas, não deixa eles atuarem outros eventos dentro do Brasil, e quando eu aceitei a luta com o Anderson Berinja já sabia que podia rolar essa demissão - afirmou.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários