Dérbi 202 pode definir o futuro de Gilson Kleina na Ponte Preta
Futebol Latino
Dérbi 202 pode definir o futuro de Gilson Kleina na Ponte Preta


O clima que chega a Ponte Preta para o clássico de número 202 na história frente ao Guarani, no próximo sábado (19), é de absoluta pressão pra cima de seu técnico, Gilson Kleina.

>Fique por dentro de todos os jogos com o aplicativo de resultados do LANCE!

A campanha ruim na trajetória construída até aqui pela Macaca no Paulistão é o grande motivo de reclamações que contagiaram a torcida. A equipe tem sete pontos ganhos, está em terceiro no Grupo D (duas unidades a menos do que o Santos) e tem três reveses nas últimas quatro partidas.

Tamanho é o descontentamento que, segundo o portal 'Futebol Interior', torcedores do clube teriam abordado o presidente Marco Antonio Eberlin pedindo expressamente a demissão do técnico de 53 anos de idade que faz a sua quinta passagem pelo Moisés Lucarelli.

Ciente do caráter de pressão, o próprio Kleina relatou em entrevista que prefere atrair todo o sentimento de frustração por parte dos torcedores para que a equipe tenha uma "carga" menor em busca de melhores resultados na temporada:

- É chamar a responsabilidade para mim. Os atletas estão trabalhando, a diretoria está dando apoio. Vamos tentar trazer essa pressão para mim. O torcedor está chateado, também estamos muito decepcionados. Vamos sair dessa situação, vamos reverter. É uma situação incômoda, mas em toda dificuldade vem a oportunidade. Que a gente possa ter outro comportamento no clássico para sair vencedor no Dérbi.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários