Metodologia vencedora nas escolas: Minotouro e Minotauro aliam artes marciais e educação em projeto inovador
Lance!
Metodologia vencedora nas escolas: Minotouro e Minotauro aliam artes marciais e educação em projeto inovador


Após diversos feitos e títulos conquistados em décadas de sucesso no mundo das lutas, os irmãos Rogério Minotouro e Rodrigo Minotauro resolveram expandir o olhar vencedor para o universo educacional. Em método inédito no Brasil, a dupla lançou o projeto “Esporte Para Além das Fronteiras”, que visa unir a prática esportiva e os valiosos ensinamentos das artes marciais à estrutura curricular das escolas. Realizado em parceria entre o Instituto Team Nogueira e a instituição Inteligência Educacional, o projeto conta com uma coletânea de livros de autoria dos Irmãos Nogueira com Pedro Trengrouse e Felipe Piovesana, e já começa a ser implementado nas escolas do país, tendo início em Várzea Grande (MT).

"Estamos trabalhando nesse material há muitos anos e, com ele, buscamos transformar vidas por meio daquilo que as artes marciais nos ensinaram. O esporte pode alavancar a educação de uma forma incrível, além de influenciar em diversas áreas. Uma pessoa que pratica esportes e é saudável, por exemplo, ajuda positivamente a saúde pública, a segurança... e assim vai se criando uma corrente positiva em diversos âmbitos. Eu e o Rodrigo (Minotauro) somos, acima de tudo, campeões da vida, e queremos criar muitos outros", explicou Minotouro.

Responsabilidade, disciplina, trabalho em equipe e confiança são alguns dos valores ensinados pelo projeto, que busca agregar bons hábitos aos alunos e estimular uma vida mais ativa. A iniciativa vem em um momento oportuno, pois o cenário mundial é alarmante: 80% dos adolescentes de todo o mundo não praticam exercícios com frequência e intensidade adequadas para sua faixa etária, segundo dados da OMS (Organização Mundial da Saúde).

"No Brasil, são várias as pesquisas e estudos que mostram a realidade de descaso e distanciamento entre os jovens e a atividade física. Isso fora o grande índice de evasão escolar. Os Estados Unidos são um grande exemplo. Lá, em todos os colégios, o esporte está unido à educação desde o início até a faculdade, e não à toa eles são uma potência olímpica. Nossa ideia é criar essa cultura esportiva por aqui e gerar vencedores para além das fronteiras", declarou o medalhista de bronze nos Jogos Pan-Americanos de 2007.

E a iniciativa já começa a sair do papel. Nos dias 10 e 11 de fevereiro, foi realizado o primeiro treinamento para a implementação do projeto junto à equipe coordenadora da Secretaria de Educação, Cultura, Esporte e Lazer de Várzea Grande/MT. O objetivo do encontro foi capacitar os profissionais que irão aplicar o método para cinco mil alunos em cinco polos. Estiveram presentes Jadir Pereira (superintendente de esportes), Giordani Moreira (coordenador de esportes) e Elson Moreira (professor), todos de Várzea Grande, além de Rogério Minotouro, um dos criadores do projeto.

"Queremos agradecer aos irmãos da Team Nogueira, vai ser um sucesso! Nós queremos atingir cinco mil jovens no município, com o objetivo da qualidade de vida, da cidadania e dessa busca pela interação do jovem junto ao esporte", Salientou Sílvio Fidélis, Secretário Municipal de Educação, Cultura, Esporte e Lazer de Várzea Grande (MT)

Nesta sexta-feira, 18 de fevereiro, os Irmãos Nogueira vão a Maceió (AL) inaugurar mais uma parceria e expandir a iniciativa.

-"Com talentos tão ricos, o Brasil ainda não possui uma cultura esportiva nas escolas. Nosso intuito é criar esse DNA do esporte pelo país, formando pessoas que vão fazer a diferença na sociedade!", concluiu Minotouro.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários