Más recordações! Manchester City volta ao estádio onde já sofreu dura eliminação na Champions League
João Marcos Santana*
Más recordações! Manchester City volta ao estádio onde já sofreu dura eliminação na Champions League


Finalista da última edição da Champions League , e novamente considerado como um dos favoritos ao título do torneio neste ano, o Manchester City inicia nesta terça-feira o caminho no mata-mata em busca da Orelhuda. O time de Pep Guardiola encara o Sporting , fora de casa, mas terá de superar também um trauma de um passado recente.


O jogo entre portugueses e ingleses acontece no Estádio José Alvalade, casa do Sporting na capital Lisboa. E a última vez que o conjunto britânico pisou neste palco foi em agosto de 2020, quando foi eliminado para o Lyon, nas quartas de final da Liga dos Campeões, em derrota por 3 a 1 .

+ Veja a tabela e os jogos da Champions League

Àquela época, o mundo vivia tempos mais complicados que os dias atuais em relação à pandemia da Covid-19 e a Uefa decidiu por fazer a reta final do torneio em uma espécie de bolha em Lisboa. Com isso, os estádio de Sporting e o do Benfica (Estádio da Luz) foram utilizados a partir das quartas de final.

Após eliminar o Real Madrid nas oitavas de final, com direito a uma virada emocionante no jogo de ida no Santiago Bernabéu, e outro triunfo sobre os Merengues em Manchester, os Cityzens chegaram com grande favoritismo para o duelo contra os franceses, que bateram a Juventus na fase anterior.

A partida, porém, no dia 15 de agosto, não saiu como o planejado para o City. Na ocasião, Guardiola resolveu mudar o esquema de sua equipe justamente para o duelo contra o Lyon e viu sua estratégia ir por água abaixo com uma atuação fraca para o nível que fora apresentado.

Manchester x Lyon - Pep Guardiola

Guardiola desolado com a derrota para o Lyon em Lisboa (Foto: MIGUEL A. LOPES / POOL / AFP)

+ Thiago Silva, Richarlison, Matheus Cunha… Veja os destaques brasileiros no futebol europeu do fim de semana

Após a derrota, Guardiola foi duramente criticado, justamente por ter mudado seu estilo de jogo, algo que vinha dando certo até então. Em abril do ano passado, o LANCE! conversou com o jornalista Fred Caldeira, da TNT Sports, que falou sobre o tema e afirmou que o catalão aprendeu com a queda .

- Não abrir mão das próprias características (foi a lição). Essa eliminação, acredito, cai muito na conta do Guardiola. A equipe tenta espelhar o esquema do Lyon, entra com uma linha de três pouco praticada e acaba jogando fora quase 60 minutos de jogo. Quando o Mahrez entra no lugar do Fernandinho, a partida muda um pouco, mas a perda de controle já estava consolidada - disse.

Agora, com um time mais maduro, e com lições que foram aprendidas, o Manchester City vai à capital portuguesa para tentar superar traumas do passado e continuar sonhando com o título continental que bateu na trave na última temporada.

* Estagiário, sob a supervisão de Cayo Pereira.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários