No clássico alagoano, CRB e CSA ficam no empate pela Copa do Nordeste
Futebol Latino
No clássico alagoano, CRB e CSA ficam no empate pela Copa do Nordeste


No estádio Rei Pelé, em Maceió, em partida realizada pela 4ª rodada da Copa do Nordeste, o clássico alagoano entre CRB e CSA acabou empatado pelo placar de 1 a 1. O marcador foi inaugurado pelo Galo ainda na primeira etapa, gol de Anselmo Ramon. O empate do Azulão veio no segundo tempo, gol de Werley. Com o resultado, o CSA assume de forma isolada a vice-liderança do grupo A, com 7 pontos. Já o CRB está em 3º lugar no grupo B, com 5 pontos.

>Aplicativo de resultados do LANCE! está disponível na versão iOS

Na próxima rodada, o CSA enfrenta o Bahia, na Fonte Nova, em Salvador, dia 16 de fevereiro. No dia seguinte, o CRB recebe o Globo-RN, em partida que será realizada no estádio Rei Pelé, em Maceió.

O jogo
PRIMEIRO TEMPO
CRB ASSUSTA NO COMEÇO
No clássico alagoano, o CRB foi quem começou mais perigoso. Em 15 minutos, o Galo criou duas boas oportunidades, mas nos dois lances a bola acabou saindo pela linha de fundo, para alivio da defesa do CSA.

CSA RESPONDE
O susto protagonizado pelo ataque do CRB fez o CSA se mexer. O Galo foi para o ataque e respondeu. É bem verdade que o goleiro Diogo Silva ajudou bastante. Aos 26, o goleiro demorou para dar o chutão e perdeu a bola. Rodrigo Rodrigues dominou a bola e chutou girando. A bola passou raspando a trave e quase entrou.

Mas não ficou só nessa chance. Aos 37 minutos, Lucas Barcellos, dentro da área, bateu prensado e quase conseguiu encobrir o goleiro Diogo Silva, que se esticou e fez a defesa para salvar o time do Galo.

DEFESA DO CSA ERRA, CRB APROVEITA E ABRE O PLACAR
Tudo indicava que o jogo acabaria mesmo indo para o intervalo empatado. Entretanto, na saída de bola a defesa do CSA errou o passe. A bola acabou no pé de Marthã, que deu um passe brilhante para colocar Anselmo Ramon na cara do gol. Na saída do goleiro, o centroavante finalizou com maestria e abriu o placar: 1 a 0.

SEGUNDO TEMPO
ETAPA COMPLEMENTAR COMEÇA EQUILIBRADA
Após o intervalo, os dois times começam se estudando. Aos pouquinhos, o CSA foi adiantando mais o time e procurando mais o ataque, enquanto o CRB priorizava a defesa e a segurança da vantagem no placar.

CSA EMPATA O JOGO
CRB se segurava bem na defesa, mas os “deuses” do futebol resolveram premiar quem buscou o ataque. Aos 13 minutos, Luiz Henrique cruzou. Lucas Barcelos forte, o goleiro Diogo Silva mostrou bom reflexo e espalmou. Werley, que havia errado no gol do CRB, aproveitou o rebote e colocou para dentro: 1 a 1.

ATAQUES BUSCAM O GOL, MAS DEFESAS LEVAM VANTAGEM
Os dois times, cada um à sua maneira, foram ao ataque atrás do gol da vitória no clássico alagoano. Entretanto, as defesas mostraram sua força e conseguiram se sobressair e evitar que as redes de lado a lado fossem balançadas.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários