Destaque no clássico, Gatito dedica vitória a Enderson: 'Merece reconhecimento'
Lance!
Destaque no clássico, Gatito dedica vitória a Enderson: 'Merece reconhecimento'


Gatito Fernández foi o destaque do clássico entre Botafogo e Vasco, na noite deste domingo (13), no Estádio Castelão, em São Luís, no Maranhão. Com gol de Erison, o Glorioso venceu por 1 a 0 e subiu para o 3º lugar no Campeonato Carioca. Entretanto, o goleiro alvinegro foi o grande destaque da partida, com grandes defesas que garantiram mais três pontos na competição.

Após a partida, Gatito Fernández comemorou a vitória, mas não esqueceu de um nome fundamental para o momento do clube: Enderson Moreira. O ex-treinador da equipe, demitido do cargo por decisão dos novos donos do Alvinegro, foi lembrado pelo goleiro, que fez questão de dedicar a vitória.

- Clássico é sempre difícil. Tem que estar atento em todos os detalhes. O campo estava pesado e o calor também atrapalhou. Tivemos um dia a menos de descanso, teve a troca de treinador, ficou muito difícil, mas conquistamos uma importante vitória. Quero mandar um abraço para o Enderson. O Botafogo está passando por um momento diferente, mas ele merece reconhecimento e deixou um legado importante no Botafogo - disse o goleiro após o jogo no Cariocão Play.

ATUAÇÕES: Gatito é destaque na vitória do Botafogo sobre o Vasco

JOÃO VICTOR COMEMORA ESTREIA EM CASA

O atacante João Victor, conhecido como Maranhão, estreou profissionalmente pelo Botafogo. O jogador, de 19 anos, entrou durante o segundo tempo contra o Vasco e foi bastante celebrado pelos torcedores presentes no Castelão. O jovem é natural do Pará, no entanto, foi criado em São Luiz, e se emocionou com a chance de estrear no Castelão.

- Tenho que agradecer por estrear no profissional. Foi difícil para chegar até aqui. Fico feliz por estrear na minha cidade, esse estádio faz parte da minha trajetória até aqui. Clássico não é fácil, mas fico feliz de ajudar minha equipe. Sofremos uma pressão no final, mas faz parte - disse João Victor, que explicou sobre o apelido.

- Nasci no Pará, mas fui criado no Maranhão. O Botafogo me acolheu muito bem. Me chamam de Maranhão porque nas categorias de base é normal dar esses apelidos aos jogadores que chegam de outros lugares. Fico feliz por carregar o nome desse lugar maravilhoso - completou.

Com a vitória, o Botafogo chegou aos 13 pontos e subiu para o terceiro lugar no Campeonato Carioca. Na próxima rodada, o Alvinegro encara o Resende, quinta-feira (17), às 18h (de Brasília), no Estádio Nilton Santos.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários