Calleri entra, marca no fim, e São Paulo vira sobre a Ponte Preta no Paulistão
Lance!
Calleri entra, marca no fim, e São Paulo vira sobre a Ponte Preta no Paulistão


O São Paulo conquistou sua segunda vitória consecutiva no Campeonato Paulista 2022 , após marcar no final do segundo tempo, e derrotar a Ponte Preta por um placar de 2 a 1. Com gols de Gabriel Sara e Calleri, o Tricolor avança e ocupa o segundo lugar do grupo B na tabela do Paulistão.


A Ponte Preta, por sua vez, marcou um gol de pênalti ainda no primeiro tempo, mas não conseguiu segurar o Tricolor no final da partida.

SÃO PAULO BUSCA ESPAÇO NO PRIMEIRO TEMPO

Logo nos primeiros minutos, o São Paulo já iniciou focando no ataque e na tentativa de avançar na área da Ponte Preta. Logo no primeiro minuto de jogo, Nestor arriscou um chute, mas a zaga da Macaca desviou.

A partida começou movimentada, o Tricolor focava em encontrar espaço na defesa adversária, mas se prejudicou com Gabriel e Nestor, perdendo duas bolas perigosas.

Aos 10 minutos de jogo, a Ponte Preta mostrou uma marcação bem organizada, o que não deixava a equipe adversária ter espaço para avançar.

DE PÊNALTI, LUCCA MARCA PARA A PONTE

Aos 23 minutos, Pedro Júnior recebeu a bola na área, tento driblar Jandrei e foi derrubado. O árbitro assinalou o pênalti para a Ponte Petra e, na cobrança, Lucca abriu o placar para o time da casa.

+ Veja tabela do Paulistão 2022 e simule os próximos jogos

SÃO PAULO SENTE DIFICULDADE PARA INFILTRAR A DEFESA ADVERSÁRIA

Logo após o pênalti que abriu o placar para Ponte Preta, o Tricolor tentou reagir. O São Paulo não levava um gol de pênalti desde 2019.

A defesa do São Paulo ficou exposta em diversos momentos, o que colocava o time em risco algumas vezes. Porém, após o gol da Macaca, a equipe tentou se reerguer e infiltrar a área adversária.

Tentando avançar para o ataque, o Tricolor se manteve nos cruzamentos na área da Ponte, mas assim como aconteceu no jogo contra o Santo André, sentiu grandes dificuldades para finalizar. Isso se deve a zaga extremamente bem organizada da Ponte Preta, que barrava todas as tentativas de empate do adversário.

SEGUNDO TEMPO COMEÇA SEM MUDANÇAS

O São Paulo entrou no segundo tempo sem nenhuma alteração na equipe. Embora tenha conseguido trocar mais passes e avançar um pouco mais, o estilo de jogos dos dois times estava semelhante ao do primeiro tempo.

SÃO PAULO AVANÇA E BUSCA ESPAÇOS

Leia Também

Ainda com a mesma dificuldade de avançar, São Paulo buscava encontrar espaços. Aos 15 minutos do segundo tempo, as duas equipes entraram com as primeiras substituições.

Do lado da Ponte Preta, Ribamar entrou no lugar de Pedro Júnior e Moisés no lugar do Wesley. Já do lado do São Paulo, Calleri, Nikão e Pablo Maia substituíram Rigoni, Rodrigo Nestor e Gabriel, respectivamente.

As mudanças realizadas por Rogério Ceni, na equipe do Tricolor, foi pensaDA na entrada de jogadores com um foco mais ofensivo, como o caso de Calleri e Nikão, procurando trabalhar mais nas finalizações e na velocidade. Pablo Maia, por sua vez, é um volante que foi escalado pensado em aumentar a marcação na equipe adversária e buscar espaço para os jogadores subirem.

Aos 23, Pablo Maia tentou marcar e criou uma entrada perigosa, mas não conseguiu. A Ponte Preta passou a adotar uma postura mais defensiva, após a pressão que o São Paulo começou a impor.

A equipe de Rogério Ceni começou a sentir um pouco mais de dificuldade para criar boas jogadas. Aos 32 minutos, Ribamar colocou o adversário em risco e fez uma jogada que quase garante o segundo da Ponte.

SALVOS PELA BASE

Para a alegria do torcedor, mais uma vez o São Paulo foi salvo pelas crias da base. Após um lance certeiro de Marquinhos, que mais uma vez foi opção de Ceni para o final do jogo, Gabriel Sara cabeceia e empata com a Ponte Preta, aos 41 minutos do segundo tempo.

Gabriel Sara foi eleito o craque da partida e foi um dos grandes destaques da equipe na partida deste domingo (13). Marquinhos segue conquistando cada vez mais seu espaço. É a segunda partida em que o jovem atleta protagoniza um gol.

SÃO PAULO CONQUISTA A VITÓRIA NOS ACRÉSCIMOS DO SEGUNDO TEMPO

Em questão de minutos, já nos acréscimos do segundo tempo, Calleri firma mais ainda sua artilharia. O camisa 9 do Tricolor marcou o segundo gol aos 47 minutos do segundo tempo, salvando a equipe e garantindo a vitória.

Agora, após passar por sufoco, o São Paulo se alivia e avança mais ainda na tabela do Campeonato Paulista, chegando ao segundo lugar do grupo B, com duas vitórias consecutivas. A Ponte Preta, portanto, cai para o terceiro lugar do grupo D.

O São Paulo volta a campo na próxima quinta-feira (17), contra o Inter de Limeira, às 21h30, no Estádio do Morumbi.

FICHA TÉCNICA
PONTE PRETA 1 X 1 SÃO PAULO
Local: Estádio Moisés Lucarelli, Campinas (SP)
Data/Horário: 13/02/2022, às 18h30
Árbitro: Raphael Claus
Assistentes: Danilo Ricardo Simon Manis e Evandro de Melo Lima
VAR: Thiago Duarte Peixoto

Gols: Lucca (26'/1ºT) (1-0)
Cartões amarelos: Jean Carlos (31'/2º T) (1-0), Diego Costa (34'/ 2º T), Calleri (49'/ 2º T)
Cartões vermelhos: -

PONTE PRETA
Ygor; Thiago Lopes, Fabrício e Léo Santos (Fábio 30'/ 2º T); Kevin, Léo Naldi, Wesley (Moisés 13'/ 2º T), Fessin e Jean Carlos; Lucca e Pedro Júnior (Ribamar 13'/ 2ºT)
Técnico: Gilson Kleina

SÃO PAULO
Jandrei; Igor Vinicius, Arboleda, Diego Costa e Reinaldo; Gabriel (Pablo Maia 13'/ 2ºT), Rodrigo Nestor (Nikão 13'/ 2ºT) e Gabriel Sara; Alisson (Igor Gomes 26'/ 2º T), Rigoni (Calleri 13'/ 2ºT) e Éder
Técnico: Rogério Ceni

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários