'Não existe isso de não querer ganhar', diz Ramires ao L! sobre europeus no Mundial de Clubes
Alexandre Guariglia e Rafael Ribeiro
'Não existe isso de não querer ganhar', diz Ramires ao L! sobre europeus no Mundial de Clubes


Único jogador da história a defender tanto Palmeiras quanto Chelsea, que decidem neste sábado (12), às 13h30 (de Brasília) o Mundial de Clubes , o ex-volante Ramires discorda do senso comum dos torcedores brasileiros de que os clubes europeus não encaram a competição intercontinental com a mesma importância.


- Sempre se comenta muito sobre a postura dos clubes europeus, mas não existe isso de não querer ganhar - disse, em entrevista exclusiva ao LANCE! .

O ex-volante fala com conhecimento de causa. Em 2012, esteve em campo na derrota dos Blues para o Corinthians por 1 a 0. Foi a última conquista brasileira no torneio e que, assim como o Verdão, sacramentou que o Mundial é o único troféu que falta na galeria do clube inglês.

O resultado repercute até hoje entre os fãs dos londrinos. E a oportunidade de conquistar um título inédito motivou diversas declarações motivacionais para o confronto ante o Alviverde por parte dos jogadores nos últimos dias, apesar do tradicional desprezo por parte da imprensa inglesa com a competição.

- Em 2012 a gente fez de tudo para vencer o Corinthians, todos do nosso time se doaram bastante. Naturalmente, por questões culturais e até mesmo pela dificuldade, nós sul-americanos temos um desejo maior de vencer essa competição, mas não quer dizer que eles também não queiram.

Para Ramires, apesar de não haver um sentimento de revanche, a oportunidade de enfim ganhar o Mundial, e sobre um clube brasileiro, por mais que seja o maior rival do Corinthians, pode sim servir de motivação.

- Encaramos aquele jogo como uma decisão de fato e o Corinthians acabou vencendo por seus méritos. Acho que é natural lembrarem disso agora, mas não acredito que tenha um sentimento especial ou de revanche. Cada jogo é um jogo, é um momento diferente.

Atualmente morando em Barra do Piraí (RJ), sua cidade natal, Ramires jogou no Palmeiras entre 2019 e 2020. Ao todo foram 45 partidas disputadas e um gol marcado. Teve o contrato rescindido após comum acordo entre as partes por motivos oficiais que permanecem sigilosos. Mesmo com o pouco tempo de clube, contudo, conseguiu ganhar os títulos do Paulistão, Libertadores e Copa do Brasil de 2020.

O ex-volante mantém contato com alguns poucos amigos que fez em Londres, onde é idolatrado pela torcida dos Blues. E justamente por contar com atletas brasileiros, ele, que disputou duas Copas do Mundo pela Seleção Brasileira, alerta que os times brasileiros não são desconhecidos, como muitos acreditam.

- Eles sabem sim sobre o nosso futebol, até por conviver com a gente no vestiário, ouvir a gente comentando. Eles têm bastante respeito.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários