Enderson reconhece queda de rendimento do Botafogo contra o Flu: 'A responsabilidade é minha'
Lance!
Enderson reconhece queda de rendimento do Botafogo contra o Flu: 'A responsabilidade é minha'


Nesta quinta, o Botafogo sofreu a primeira derrota da temporada. Em jogo válido pela quinta rodada do Carioca, o Alvinegro viu o Fluminense vencer por 2 a 1, de virada, no Estádio Nilton Santos. Após a partida, Enderson Moreira lamentou a derrota e atribuiu o resultado a erros coletivos e falhas nas transições, mas destacou que é parte do processo para entrosar a equipe.

- Eu valorizo todos os jogos, todos são testes para nós. Todos foram difíceis para nós, mesmo com vitórias tivemos dificuldades, foram jogos difíceis que exigiam muito da gente. Acho que fizemos um bom primeiro tempo, criamos boas situações de gol. A partir do primeiro gol começamos a errar um pouquinho, principalmente quando a gente tinha a bola e poderíamos aproveitar as transições. No segundo tempo erramos muito, não sustentamos a bola na frente. É um time que tem um poder ofensivo muito forte, tem jogadores muito altos e fortes no jogo aéreo. A gente lamenta muito. Queria agradecer a todos os botafoguenses que vieram hoje, nos sentimos muito abraçados, nos apoiaram em toda a partida. Ninguém fica feliz em derrota, mas é um processo.

O técnico também aproveitou para falar da montagem do elenco e do alto número de jogadores jovens. Segundo ele, o ideal é que o time seja uma mescla de garotos da base e atletas mais experientes.

- O ideal é que a gente não tivesse tantos meninos ao mesmo tempo. O ideal é que eles ganhassem experiência aos poucos, tendo jogadores ao lado deles. Eu acho que isso faz parte do amadurecimento deles, tenho certeza que vão tirar grandes coisas desse jogo. São jogadores de grande potencial. Não é o processo idela que a gente acha, mas é aproveitar as oportunidades.

> Veja a classificação do Cariocão

Durante a partida, Enderson se envolveu em uma confusão com a arbitragem e acabou sendo expulso. O professor, que já sofreu a penalidade na Série B em 2021, explicou o motivo de sua indignação e ressaltou a falta de critério da arbitragem do jogo.

- Nunca falei que isso nunca mais iria acontecer. Sou um ser humano, não falei nada com a arbitragem a partida toda mas em certo momento vejo uma total falta de critério. O que mais me irrita no futebol é a falta de critério. Anteriormente ao lance que eu reclamei teve uma situação muito parecida, que o Breno entrou com os dois pés e foi marcada falta. Não era lance para pênalti, mas era lance de jogo perigoso. Foi uma entrada imprudente, por mais que tenha pego só bola ele poderia ter quebrado a perna de um companheiro. A gente se preocupa com um lance desses.

Leia Também

Por fim, ele comentou as substituições do Botafogo e disse que não há tempo para lamentar a derrota. Ainda assim, Enderson chamou a responsabilidade do resultado para si.

- O resultado é com que faz que você possa tomar algumas decisões. Luiz Henrique é um jogador rápido, não é fácil marcá-lo e o Hugo foi bem no primeiro tempo. O fato dele começar a perder alguns duelos não faz dele um jogador que a gente tenha que tirar imediatamente. O que mais me preocupava era o cartão que ele tinha. A gente tinha que ter uma retenção de bola melhor na frente, por várias vezes perdemos bolas bobas. Não há sistema defensivo que suporte isso o jogo inteiro. Tivemos boas oportunidades para acalmar o jogo, mas vejo isso com naturalidade. O Abel fez o que tinha que fazer pra um time que estava perdendo o jogo, colocou uma equipe mais leve e funcionou. Não temos que ficar lamentando. Não é encontrar culpados na hora que perde. A responsabilidade é minha. Tenho uma estrutura aqui para nos ajudar e o que faltou foi tranquilidade.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários