Chapecoense retira do site imagem de jogadores mortos em 2016 após pedido das famílias
Lance!
Chapecoense retira do site imagem de jogadores mortos em 2016 após pedido das famílias


A Chapecoense removeu nesta quinta-feira todas as imagens de quatro jogadores mortos no acidente aéreo em novembro de 2016. De acordo com o jornal 'Folha de São Paulo', as famílias de Gimenez, Gil, Ailton Canela e Bruno Rangel enviaram uma notificação extrajudicial solicitando a ação.

+ Ronaldinho projeta deixar o Brasil para morar em região de luxo de Miami nos EUA

As parede da Arena Condá também não poderão ter mais as imagens do quarteto. Patrícia Gimenez (viúva do lateral-direito Gimenez), Valdécia Borges (viúva do volante Gil), Bárbara Lima (filha do atacante Ailton Canela) e Girlene Rangel (viúva do atacante Bruno Rangel) foram os autores do pedido.

+ Casagrande pede oportunidade para Gabigol na Seleção Brasileira: 'Uma sequência de jogos'

- A Chapecoense tinha no site um espaço chamado "Força, Chape", com imagens dos atletas e que falava de doações e captação para as famílias das vítimas. Mas, obviamente, quando entra em recuperação judicial, bloqueia tudo e não tem ajuda. Só deixando claro que a relação com a Chapecoense sempre foi ruim. O trato, de forma geral, sempre foi ruim - explicou o advogado das famílias, Marcel Camilo.

Veja a nota oficial da Chapecoense:
A Associação Chapecoense de Futebol reitera, de forma veemente, que em nenhum momento desde o fatídico ocorrido do dia 29 de novembro de 2016, utilizou a imagem das vítimas de modo a arrecadar valores para o clube. Pelo contrário, todas as demonstrações envolvendo nome ou imagens dos envolvidos tiveram o objetivo de prestar homenagens e tributos.

Respeitando a solicitação de alguns familiares das vítimas, as imagens foram retiradas do site. A Chapecoense, no entanto, contestará a situação, por entender que tais registros contemplam, também, a história da instituição - que também é vítima neste processo. Ademais, o clube reforça estar trabalhando com muito afinco e buscando, de todas as formas possíveis, maneiras de resolver os sérios problemas financeiros.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários