Chapecoense é acusada de usar imagem das vítimas da tragédia aérea com objetivo financeiro
Futebol Latino
Chapecoense é acusada de usar imagem das vítimas da tragédia aérea com objetivo financeiro


A Chapecoense foi acionada na justiça por, pelo menos, familiares de quatro vítimas da tragédia aérea ocorrida com a delegação do clube em 2016, na Colômbia, segundo informação que foi publicada pelo diário 'Folha de S. Paulo'.

>Aplicativo de resultados do LANCE! está disponível na versão iOS

De acordo com o veículo, a solicitação de que as imagens em questão fossem retiradas tanto de uma das páginas do site oficial do clube denominada "Força Chape" como também dos túneis que dão acesso ao gramado da Arena Condá seria uma forma de protesto contra os atrasos de pagamentos indenizatórios que foram acordados judicialmente.

Tamanha é a seriedade dos atrasos em questão que a Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) voltada a assuntos referentes ao acidente aéreo do clube de Santa Catarina convocou tanto o atual presidente, Nei Maidana, como o ex-ocupante do cargo, Plínio David de Nes Filho, para prestarem esclarecimentos.

Outra argumentação presente na notificação enviada para a equipe catarinense seria de que o clube estava usando as imagens com o proposito de arrecadação de fundos. Por isso, o pedido foi de remoção além da proibição expressa para o uso em qualquer contexto.

Em nota oficial, a Chape se pronunciou nesta quinta-feira (10) negando que tenha feito o uso das imagens dos falecidos na tragédia ocorrida na região de Medellín visando benefício próprio, mas sim com "o objetivo de prestar homenagens e tributos".

O Verdão do Oeste ainda agregou que, mesmo fazendo a retirada da página apontada do ar, apresentará a sua contestação ao pedido "por entender que tais registros contemplam, também, a história da instituição - que também é vítima neste processo".

Não falando diretamente sobre a existência ou não de atrasos no pagamento das indenizações aos familiares das vítimas do acidente que completará seis anos no fim de 2022, a nota é encerrada com a afirmação de que a Chape está "trabalhando com muito afinco e buscando, de todas as formas possíveis, maneiras de resolver os sérios problemas financeiros".

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários