Com emoção nos acréscimos, Retrô vence Naútico nos Aflitos
Futebol Latino
Com emoção nos acréscimos, Retrô vence Naútico nos Aflitos


No estádio dos Aflitos, o Retrô venceu o Náutico, por 2 a 1, na noite desta quarta-feira (9). Giva abriu o placar para os visitantes, mas Ewandro deixou tudo igual aos 44 minutos do segundo tempo. Quando tudo parecia definido, Renato Henrique cobrou pênalti com precisão e fechou o placar. A vitória coloca a equipe na vice-liderança do Campeonato Pernambucano, enquanto o Timbu fica em 5°.

Agora, os dois times voltam a campo ainda nesta semana, mas em competições diferentes. Na sexta-feira (11), o Retrô recebe o Sete de Setembro, às 20h30, pela 4ª rodada do Campeonato Pernambucano. Enquanto isso, no sábado (12), o Náutico enfrenta, nos Aflitos, o Fortaleza, às 17h45, pela Copa do Nordeste.

>Aplicativo de resultados do LANCE! está disponível na versão iOS

MUITA CONFUSÃO, POUCO FUTEBOL
Os movimentos iniciais nos Aflitos foram de muita discussão, bate bocas e pouca bola rolando. Em pouco mais de 10 minutos, três cartões amarelos foram aplicados por conta de faltas duras.

Com um jogo tão truncado e parado, as melhores chances nos 20 minutos iniciais saíram a partir de cobranças de falta pelo lado do Náutico. Jean Carlos arriscou e mandou para fora. Mais tarde, Leandro Carvalho cobrou outra com perigo e Jean fez a defesa.

PARTIDA FLUI
Apesar do início travado, o duelo passou a fluir depois dos primeiros 30 minutos. Dono da casa, o Náutico conseguiu criar mais oportunidades de gol. Kieza parou em Jean, enquanto que Richard Franco, de cabeça, parou na trave.

Por outro lado, o Retrô teve pouco a bola e apostou nos lances em velocidade para tentar abrir o placar. Apesar disso, a única chance do time na primeira etapa veio em cabeceio de Gustavo Ermel, que foi defendido por Lucas Perri, levando o jogo em 0 a 0 para o intervalo.

QUE VISÃO
Menos nervoso, o começo do segundo tempo foi bem dividido na posse de bola. O Náutico chegou primeiro em cobrança de falta de Júnior Tavares, que desviou na barreira e levou perigo ao gol defendido por Jean.

Quando finalmente conseguiu chegar pelo chão, trocando passes, o Retrô foi letal. Pedro Costa recebeu pela direita e mostrou visão de jogo para achar Giva entrando sozinho pelo meio. O atacante só precisou tirar de Lucas Perri para abrir o placar para os visitantes.

EMPATOU, MAS PERDEU...
O Náutico pressionou o Retrô a todo instante depois do gol sofrido. Pedro Vitor entrou em campo e deu trabalho para o goleiro Jean, que teve que trabalhar por diversas vezes. Do outro lado, Rodrigo Fumaça teve a chance de puxar três contra-ataques para matar o jogo, mas errou no último passe.

Aos 44 minutos, depois de muito insistir, o Náutico chegou ao empate. Juninho Carpina serviu Ewandro. O atacante se antecipou à defesa e cabeceou para deixar tudo igual.

Com o placar empatado, as duas equipes criaram poucas chances, mas tudo mudou quando a bola bateu na mão de Camutanga aos 48 minutos. Com o pênalti marcado, Renato Henrique deslocou Lucas Perri e deu a vitória ao Retrô.

FICHA TÉCNICA
NÁUTICO X RETRÔ
​​​​​
Local : Aflitos, em Recife (PE)
Data e hora : 09/02/2022 - 21h30 (de Brasília)
Árbitro : Diego Fernando Silva de Lima (PE)
Assistentes : Marcelino Castro de Nazaré (PE) e Max Aurélio de Medeiros (PE)
​Cartões amarelos : Charles, Kauê, Renan Dutra (Retrô), Robinho, Camutanga (Náutico)
Cartões vermelhos : -

GOLS : Giva (7'/2°T) (0-1), Ewandro (43'/2°T) (1-1), Renato Henrique (50'/2°T) (1-2)

NÁUTICO (Técnico: Hélio dos Anjos)

Lucas Perri; Hereda, Camutanga, João Paulo Silveira e Júnior Tavares; Djavan (Eduardo Teixeira, aos 19'/2°T), Richard Franco (Rhaldney, aos 0'/2°T) e Jean Carlos (Juninho Carpina, aos 35'/2°T); Robinho (Ewandro, aos 0'/2°T), Leandro Carvalho (Pedro Vitor, aos 19'/2°T) e Kieza.

RETRÔ (Técnico: Dico Woolley)

Jean; Pedro Costa (Augusto Potiguar, aos 19'/2°T), Renan Dutra, Guilherme Paraíba e Mayk; Charles, Kauê (Gelson, aos 0'/2°T) e Radsley (Rodrigo Fumaça, aos 0'/2°T); Gustavo Ermel (Breno, aos 21'/2°T), Giva (Yuri, aos 35'/2°T) e Renato Henrique.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários