Rigoni tem má atuação em empate e segue jejum de gols no São Paulo
Lance!
Rigoni tem má atuação em empate e segue jejum de gols no São Paulo


A temporada começou e o atacante argentino Emiliano Rigoni segue sem balançar as redes adversárias do São Paulo . O seu último gol aconteceu ainda no ano passado sob o comando do então técnico Hernán Crespo, no empate contra a Chapecoense, por 1 a 1, em outubro.

Desde então, já são 13 jogos sem marcar, dez deles sob o comando do atual comandante Rogério Ceni. Contra o Ituano, no empate sem gols, Ceni colocou o argentino mais centralizado, o que não deu o resultado esperado. No fim da partida, em entrevista coletiva, o treinador comentou sobre Rigoni.

- É um jogador tecnicamente diferenciado. Estamos tentando encontrar um lugar em que ele se sinta mais à vontade dentro de campo. Ele jogou um pouco mais aberto no último jogo. Hoje, mais por dentro. Estamos tentando encontrar uma posição que ele renda como rendeu no Brasileirão do ano passado, onde ele fez gols, deu assistências. Desde quando eu cheguei ele não tem produzido como antes - admitiu o treinador.

Diante do Ituano, Rigoni deu apenas cinco passes, sendo três errados e dois certos. Além disso, foram duas finalizações, ambas sem direção ao gol, dois cruzamentos e uma assistência para finalização. O jogador ainda cometeu uma falta e ficou somente 29 segundos com a bola. ficando atrás apenas de Eder.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários