Rams conquistam virada no último período, quebram freguesia de McVay para Shanahan e vão ao Super Bowl
Lance!
Rams conquistam virada no último período, quebram freguesia de McVay para Shanahan e vão ao Super Bowl


O Los Angeles Rams anotou 13 pontos sem resposta no último quarto para derrotar o San Francisco 49ers, por 20 a 17, e chegar ao Super Bowl LVI. A franquia angelina contou com bela atuação de Cooper Kupp e com a defesa crescendo no momento mais decisivo da partida disputada neste domingo (30), no SoFi Stadium, em Inglewood, na Califórnia. Com o triunfo, os Rams ficam com o título da Conferência NFC.

No Super Bowl, no dia 13 de fevereiro, os Rams vão encarar o Cincinnati Bengals, que bateu, mais cedo neste domingo (30), o Kansas City Chiefs na prorrogação. Matthew Stafford teve 337 jardas passadas, dois touchdowns e uma interceptação. Já Jimmy Garoppolo passou para 202 jardas, dois TDS e uma interceptação crucial com pouco mais de um minuto para jogar.

Com público mesclado no SoFi Stadium, em Los Angeles, as duas equipes passaram em branco no primeiro quarto, com as defesas prevalecendo sobre as brilhantes mentes ofensivas de Kyle Shanahan e Sean McVay. Mas, a partir da virada de quarto, os dois ataques conseguiram maior destaque.

Quem deu o primeiro golpe foi o Los Angeles Rams, com um touchdown de Matthew Stafford para Cooper Kupp – que segue voando baixo na temporada. O wide receiver vendeu a rota para o meio do campo, cortando para a sideline de forma súbita, sem chances para a marcação. O passe de Stafford também veio suave, nas mãos do camisa 10. A resposta dos 49ers foi instantânea e com uma grande jogada do canivete suíço Deebo Samuel. O wide receiver recebeu passe screen, cortou a marcação e percorreu 44 jardas até a endzone para o TD de empate.

Os ataques seguiram levando a melhor. Os Rams avançaram bem no campo até se estagnarem na linha de 36 jardas do campo ofensivo. Com a boa colocação de campo, a busca angelina foi pelo field goal, mandando Matt Gay a campo. O kicker, contudo, errou o chute de 54 jardas, posicionando a bola à direita do Y. Os 49ers, então, aproveitaram a boa colocação de campo e avançaram com velocidade, com o cronômetro jogando contra – já que pegou a bola com exatamente 1 minuto e 50 segundos no relógio. Garoppolo conseguiu guiar o ataque até a linha de 20 jardas, e o kicker Robbie Gould fez o resto, anotando mais 3 pontos para os Niners no marcador: 10 a 7 e ida para o intervalo.

A última campanha do primeiro tempo ficou marcada por uma lesão de Deebo Samuel, atingido no capacete por um tackle de um defesor dos Rams. O camisa 19, entretanto, voltou a campo no segundo tempo. E os Niners ampliaram a vantagem no terceiro quarto. Jimmy Garoppolo conectou passe para 16 jardas para touchdown do tight end George Kittle.

Pressionado pela desvantagem de 10 pontos, além do histórico desfavorável frente ao San Francisco nos últimos anos, os Rams abriram seu playbook e foram para briga, confiando no braço de Matthew Stafford. E na terceira jogada do último período a conexão Stafford e Kupp brilhou mais uma vez: TD de onze jardas e 17 a 14 no marcador. E o empate veio logo na sequência, após o 49ers ser forçado a um punt já no campo ofensivo. Os Rams – com um grande susto após uma interceptação ser dropada – chegaram até a redzone e chutaram um field goal com Matt Gay: 17 a 17.

E a virada veio na posse seguinte. Novamente, Los Angeles avançou bem no campo, até entrar na redzone. Porém, não conseguiu adentrar no paraíso. Matt Gay foi a campo e colocou mais três pontos no placar: 20 a 17. E os Rams selaram a ida ao Super Bowl com uma bela atuação da defesa. Os três snaps tiveram intensa pressão em Garoppolo, culminando com uma interceptação de Travin Howard.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários