Palmeiras completa um ano do bi da Libertadores e até já conquistou o tri
Alexandre Guariglia
Palmeiras completa um ano do bi da Libertadores e até já conquistou o tri


O torcedor do Palmeiras pode nem precisar dessa lembrança, mas ele faz questão de que esta data seja repercutida para toda a eternidade. Neste domingo, dia 30 de janeiro de 2022, faz exatamente um ano que o Verdão levou o bi da Libertadores ao derrotar o Santos, por 1 a 0, no Maracanã . Algo que nem mesmo o tri do torneio, conquistado há apenas dois meses , ofuscou.

TABELA
> Veja classificação e simulador do Paulistão-2022 clicando aqui

> Conheça o aplicativo de resultados do LANCE!

GALERIA
> Confira a pré-lista de inscritos do Palmeiras para o Mundial de Clubes

Aquele duelo pode nem estar na história como uma das mais belas decisões da competição, mas é inegável que acabou ficando registrada na memória de muita gente, vencedores, perdedores ou secadores. Aquela tarde de sábado, em que poucos torcedores puderam estar no estádio, mas milhões sofreram, choraram e sorriram pela TV, levou um clube à tão sonha glória eterna.

Imagine só, uma final de Libertadores, com dois rivais centenários, frente a frente, no maior palco do futebol mundial... Como relegar isso a apenas uma partida que não apresentou beleza técnica? Seria pobreza de espírito, até mesmo um desconhecimento do que é o futebol, ou má-fé, pura e simples?

Para o palmeirense, o gol de Breno Lopes, aos 53 minutos e 29 segundos do segundo tempo, vale mais do que qualquer outra coisa. Ele sabe de cór cada passo da jogada. O lançamento perfeito de Danilo, depois o cruzamento preciso de Rony para o cabeceio providencial de Breno, o eterno.

Isso tudo pouco depois de Cuca se enrolar com Marcos Rocha na lateral do campo e ser expulso pela arbitragem. Como é possível notar, os contornos épicos podem, de fato, não terem ficado "na bola", mas com certeza ficou em cada um desses detalhes. Seja na narração dos detentores dos direitos, seja na comemoração dos Crias da Academia depois da partida, seja na reação de cada jogador campeão logo após o apito final... Não parece, mas isso já tem um ano.

É tão inusitado esse contexto, levando em conta a rapidez com que o tempo parece estar passado e as mudanças peculiares que a pandemia causou, que nesse período de um ano o Palmeiras já conquistou outra Libertadores: a edição 2021, ao derrotar o Flamengo, em Montevidéu, há pouco mais de dois meses. Mesmo com o histórico gol de Deyverson, aquele 30 de janeiro do ano passado não foi ofuscado, e está cada vez mais eternizado para o palmeirense.

FICHA TÉCNICA
PALMEIRAS 1 X 0 SANTOS
Data/Hora:
30/1/2021, às 17h
Local: Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ)
Árbitro: Patricio Hernan Lostau (ARG)
Assistentes: Ezequiel Dario Brailovsky (ARG) e Diego Yamil Bonfa (ARG)
VAR: Mauro Vigliano (ARG)
Cartões amarelos: Marcos Rocha, Gómez e Viña (PAL); Lucas Veríssimo, Diego Pituca, Alison e Soteldo (SAN)
Cartão vermelho: Cuca (SAN)
Gols: Breno Lopes (53'/2ºT) (1-0)

PALMEIRAS: Weverton; Marcos Rocha, Luan, Gustavo Gómez e Viña; Danilo e Zé Rafael (Patrick de Paula, aos 32'/2ºT); Gabriel Menino (Breno Lopes, aos 39'/2ºT), Raphael Veiga (Alan Empereur, aos 56'/2ºT) e Rony (Felipe Melo, aos 56'/2ºT); Luiz Adriano. Técnico: Abel Ferreira.

SANTOS: John; Pará (Bruno Marques, aos 55'/2ºT), Lucas Veríssimo, Luan Peres e Felipe Jonatan (Wellington, aos 47'/2ºT); Alison, Diego Pituca e Sandry (Lucas Braga, aos 27'/2ºT); Marinho, Kaio Jorge (Madson, aos 47'/2ºT) e Soteldo. Técnico: Cuca.

Palmeiras levou a Libertadores-2020 (Foto: Cesar Greco/Palmeiras)

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários