Histórico! Rafael Nadal vira sobre Medvedev, é bi do Australian Open e se torna o maior de todos
TÊNIS NEWS
Histórico! Rafael Nadal vira sobre Medvedev, é bi do Australian Open e se torna o maior de todos


Com uma virada histórica, Rafael Nadal renasceu das cinzas e conquistou, neste domingo, o bicampeonato do Australian Open para vencer seu 21º Grand Slam e se tornar o maior vencedor de todos os tempos do circuito mundial.

O número cinco do mundo derrubou o vice-líder do ranking, o russo Daniil Medvedev por 3 sets a 2 com parciais de 2/6 6/7 (7/5) 6/4 6/4 7/5após 5h25min de duração diante da lotada e incendiada quadra Rod Laver Arena com cerca de 12 mil pessoas.

Nadal acaba com o carma na Austrália onde tinha um título em 2009 e quatro vice-campeonatos seguidos em 2012, 2014, 2017 e 2019, e conquista pela segunda vez o Major de Melbourne. Ele iguala Novak Djokovic como tenista com ao menos dois títulos de todos os quatro Slams e ultrapassa o sérvio e Roger Federer como o maior vencedor com 21 conquistas, sendo agora 13 Roland Garros, dois em Wimbledon e mais quatro no US Open.


Nadal também ergue seu 90º troféu na carreira e segue invicto na temporada com dez vitórias em dez jogos somando seu segundo caneco - venceu o ATP 250 de Melbourne na primeira semana.

O espanhol conseguiu apenas sua terceira virada saindo de 2 sets a 0 abaixo na carreira e impediu que Medvedev fosse o primeiro homem na Era Aberta a vencer seu primeiro Slam e o segundo logo a seguir (foi campeão do US Open), feito só obtido por mulheres desde a profissionalização do tênis. Medvedev também tinha a chance, vencendo o Australian Open, de se tornar o número 1 do mundo caso conquistasse o torneio de Roterdã. Portanto, Nadal adia o sonho do russo.

O jogo
Um primeiro set avassalador do russo se aproveitando do baixo índice de primeiro serviço do espanhol. Nadal tentou alguns saque e voleio, mas foi quebrado no quinto e sétimo games com Medvedev indo firme no saque para fechar por 6/2 em 42 minutos.

O natural de Manacor começou melhor no segundo set, se valeu de segundos saques de Daniil e quebrou em pontos geniais, um com 40 trocas de bola, para abrir 4 a 1. Medvedev devolveu a quebra, Nadal tornou a quebrar e teve 5 a 3.

O espanhol começou o game errando smash fácil e sofreu, salvou quatro breaks, teve invasão de quadra de um protestante a favor dos refugiados. Rafa teve um set-point, mas o russo não largou o osso, devolveu a desvantagem e levou ao tie-break. Nadal começou na frente, abriu 5 a 3, mas Daniil jogou muito no fim e com bela passada fechou a parcial por 7/6 (7/5) após 1h24min de muita luta.


No terceiro set, Nadal veio com proposta mais agressiva. O jogo foi saque a saque, o russo teve um 0/40 no sexto game, cometeu erros, Nadal se segurou, seguiu lutando e se aproveitou de erros do russo para quebrar com bela passada e fez brilhante game para fechar com bola vencedora por 6/4 incendiando a partida e o público.

No quarto set, Medvedev sentiu-se cansado, reclamando de dores na coxa esquerda, se irritou com o público, e Nadal cresceu na partida. Depois de sete chances, Rafa quebrou no quinto game, abriu 4/2, teve set-point no 5/3 e fechou com game brilhante no serviço e com bola vencedora por 6/4.

No quinto set os dois foram ao vestiário e o público ficou cada vez mais vibrante com os pontos do espanhol. Após saques confirmados, Nadal quebrou no quinto game com lindo winner de forehand na corrida. Ele sacou para o jogo em 5 a 4, abriu 30 a 0, mas falhou, deu dupla-falta e com erro de backhand permitiu que o russo igualasse em 5 a 5.

No game seguinte o espanhol foi pra cima, voltou a quebrar contando com dois erros do nervoso russo. Dessa vez, Rafa não titubeou e fechou por 7/5.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários