Abel Ferreira diz que pênalti perdido afetou o mental do Palmeiras: 'Jogo seria completamente diferente'
Lance!
Abel Ferreira diz que pênalti perdido afetou o mental do Palmeiras: 'Jogo seria completamente diferente'


O Palmeiras voltou a sofrer com pênalti perdido no empate em 1 a 1 com o São Bernardo, neste sábado, pela segunda rodada do Paulistão-2022 . E o desperdício aconteceu quando o time estava melhor no jogo e com 0 a 0 no placar. Para Abel Ferreira, tudo poderia ter sido diferente desde então, mas o processo continua o mesmo, buscando aperfeiçoar os erros cometidos.

TABELA
> Veja classificação e simulador do Paulistão-2022 clicando aqui

> Conheça o aplicativo de resultados do LANCE!

GALERIA
> Confira a pré-lista de inscritos do Palmeiras para o Mundial de Clubes

Em entrevista coletiva após o jogo, o técnico português avaliou de forma positiva o desempenho da equipe no início do duelo e minimizou a falta de entrosamento por conta da escalação de um time alternativo.

- Não teve falta de entrosamento, nós treinamos juntos todos os dias, tenho uma visão diferente, é verdade que jogamos os dois primeiros jogos com um time. A intensidade, o calendário de jogos nos obriga a trocar. Nós acreditamos no elenco que temos, que estão a nosso dispor, acreditamos nos 27 jogadores, em toda a estrutura e equipe técnica para escolher o elenco deste ano, portanto, eu acho que os primeiros 30 minutos foram muito bons, tivemos oportunidade de fazer gols, tivemos um pênalti - analisou o comandante.

E foi a partir desse pênalti que Abel acredita que o jogo tenha mudado completamente. Rafael Navarro acabou desperdiçando a cobrança que poderia ter ratificado o bom desempenho em campo e colocado o time em vantagem no placar. Isso levou o conjunto a sofrer um abalo mental e ter uma queda.

- O pênalti perdido hoje, a única coisa que me preocupa é que o jogo seria completamente diferente, nós sabemos e treinamos isso, Navarro é um jogador competente, bate pênaltis, também teve a competência do goleiro adversário. Até o pênalti a nossa equipe estava muito bem, teve atitude, entramos fortes, pressionando, tentando criar oportunidades. É verdade que depois do pênalti baixamos um pouco, teve ali uma questão emocional, que afetou a equipe - argumento o treinador.

Abel Ferreira ainda comentou sobre o gol sofrido, que contou com vacilo de marcação e depois de Marcelo Lomba e Renan, que permitiram a Davó tomar a bola e tocar para Silvinho marcar. Para o técnico, esse tipo de gol é inaceitável no alto nível, mas ele aposta no aperfeiçoamento para que isso não se repita.

- Mesmo a forma como sofremos o gol, que no mais alto nível não podemos sofrer gols como esse que sofremos, mas eu sou o primeiro a errar, o primeiro a cometer erros, tenho que olhar para eles, aprender, depois fazer as três perguntas: "o que significou?", "o que eu posso aprender?" e sobretudo "o que posso fazer da próxima vez?". Este é o caminho, o que tem feito parte do nosso processo, não vamos alterar - concluiu.

Agora o Palmeiras terá mais dois dias de treinos antes de enfrentar o próximo desafio, que será contra o Água Santa, no Allianz Parque, nesta terça-feira, pela terceira rodada do Paulistão-2022. Será o último jogo antes do Mundial.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários