Após treinos com Deiveson Figueiredo e Zhang Weili, Felipe Bunes chega confiante para duelo contra o ex-UFC Jussier Formiga no LFA 124
Lance!
Após treinos com Deiveson Figueiredo e Zhang Weili, Felipe Bunes chega confiante para duelo contra o ex-UFC Jussier Formiga no LFA 124


O potiguar Felipe Bunes, conhecido como Felipinho, terá o maior teste de sua carreira no dia 11 de fevereiro, quando fará a sua estreia no Legacy Fighting Alliance (LFA). O atleta da Pitbull Brothers fará a luta principal da edição 124, que será realizada em Phoenix, no Arizona, contra o ex-UFC Jussier Formiga. Felipinho está nos Estados Unidos desde o ano passado, quando foi chamado pelo treinador Eric Albarracin para ajudar a ex-campeã do UFC Zhang Weili em seu camp de treinamento para enfrentar Rose Namajunas. Logo em seguida Deiveson Figueiredo, que recentemente retomou o cinturão do UFC, chegou para fazer o seu camp para a disputa de título contra Brandon Moreno. Felipinho garante que conseguiu conciliar bem o treinamento com os dois lutadores e disse que esse período o ajudou a evoluir tecnicamente.

“Acredito que será uma ótima luta para o público. Eu venho treinando forte desde julho do ano passado. Lutei no ACA 128 em setembro e quando cheguei de viagem tive poucos dias de descanso, pois o coach Eric Albarracin me chamou para ajudar a Zhang Weili para a luta contra a Rose Namajunas. Em seguida, o Deiveson Figueiredo chegou. Eu consegui conciliar bem os treinos com os dois e aprendi bastante. Eu já venci um ex-lutador do TUF, mas ter treinado com o Deivison foi bom para me mostrar em que nível eu estou”, disse Felipinho.

O brasileiro, que possui 16 lutas em seu cartel, sendo 11 vitórias e apenas cinco derrotas, chega para essa luta confiante. Isso porque ele encerrou uma sequência de três derrotas seguidas ao vencer por finalização o finlandês Mikael Silander em sua última apresentação no ACA 128, em setembro do ano passado. Já Jussier Formiga, que possui quase o dobro de lutas de Felipinho, fará a sua primeira luta após deixar o UFC, onde perdeu as últimas três lutas. Apesar do momento ruim de Formiga, o lutador da Pitbull Brothers não subestima as qualidades do compatriota.

“Acredito que ele viu uma boa oportunidade em lutar comigo, já que ninguém estava aceitando lutar com ele. Ele vem de três derrotas e eu sei perfeitamente o que Formiga tá passando. Antes da minha última luta no ACA, eu também estava vindo de três derrotas. É uma situação que, você querendo ou não, muita coisa da sua vida depende daquele momento, então a pressão é grande. O Formiga lutou com os melhores, então ele não perdeu para caras fracos. Não é porque ele vem de três derrotas que eu vou subestimá-lo. Mas acho que, por ele estar nessa situação, ele não vai entrar com tudo para a luta. Claro que estou preparado para essa possibilidade, até porque eu fui o principal sparring do Deivison por 15 semanas e me acostumei com essa situação. Eu acredito que uma vitória contra o Formiga vai me ajudar a dar mais um passo rumo ao meu objetivo. Meu lugar é entre os melhores, e eu quero bater em todos eles”, concluiu.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários