No Rei Pelé, CSA goleia o Jaciobá e mantém invencibilidade no Alagoano
Futebol Latino
No Rei Pelé, CSA goleia o Jaciobá e mantém invencibilidade no Alagoano


Em partida válida pela 2ª rodada do Campeonato Alagoano, CSA e Jaciobá entraram em campo na noite desta quinta-feira, no estádio Rei Pelé, em Maceió. E quem levou a melhor foram os donos da casa. Sem maiores dificuldades, o Azulão mandante goleou o rival por 5 a 0 mantendo os 100% de aproveitamento na competição.

Com o resultado, o CSA chegou à liderança agora com 6 pontos somados, enquanto o Jaciobá, por conta de mais um tropeço, seguiu na lanterna sem nenhum ponto conquistado até o momento.

>Aplicativo de resultados do LANCE! está disponível na versão iOS

CSA VAI PRA CIMA NO INÍCIO

Fazendo valer o fator casa, a equipe do CSA tratou de partir para seu campo de ataque desde os primeiros minutos de jogo. Entretanto, mesmo acionando seus jogadores de frente como Didira, a melhor chance foi aos 9 minutos quando Léo Rito salvou o Jaciobá tirando a bola em cima da linha.

Na sequência, os mandantes ainda seguiam melhores. Até meados dos 20 minutos, criava boas jogadas onde novamente teve a chance de tirar o zero do placar, mas o goleiro Manoel acabou fazendo a defesa em um arremate de Luiz Henrique.

DONOS DA CASA MARCAM O PRIMEIRO E AMPLIAM NA SEQUÊNCIA

Melhor em campo, o CSA martelava o adversário atrás de seu tento. Até que aos 28 minutos, depois de muita insistência, Lucas Rodrigues recebeu de costas para o gol, ajeitando para Lucas Barcelos mandar com categoria para o fundo das redes.

Embalado pela vantagem, a equipe de Maceió não tirou o pé do acelerador e logo encontrou o segundo. Após Léo Rito derrubar Lucas Barcelos na área, a arbitragem acabou marcando um pênalti no lance. Na batida, Didira mandou no canto esquerdo, sem chances para Emanoel, fechando a conta da primeira etapa em 2 a 0.

AZULÃO AUMENTA A CONTA COM MAIS DOIS

Com mudanças promovidas pelo técnico Rogério, colocando Ramon e Cássio, o Jaciobá tinha como rival o tempo também. Porém as coisas não saíram conforme o planejado. Logo aos 4 minutos, Yann Rolim roubou a bola no meio-campo e, acionou Rodrigo Rodrigues, que avançou em velocidade e bateu na saída do arqueiro para marcar mais um.

Vendo os 3 a 0 no placar, novamente o comandante dos visitantes resolveu recorrer para seus suplentes, primeiramente em uma troca tática, porém na sequência foi obrigado a colocar Luigy no lugar de Emanoel. Mas o Azulão não quis saber dos problemas do rival e, aos 15 minutos, Rodrigo Rodrigues, retribuindo a assistência no lance anterior, passou para Yann Rolim deixar o dele. Agora o marcador apontava 4 a 0.

MUDANÇAS E MAIS UM DO CSA

Sem contar com Mozart, que acabou testando positivo para Covid-19, o auxiliar Denis Iwamura então fez suas primeiras substituições. Nas trocas, Yann Rolim, Douglas e Rodrigo Rodrigues, deixaram seus lugares para Marco Túlio, Marcel e Felipe Augusto, respectivamente.

Com o tempo passando, ambos os treinadores ainda mexeram mais algumas vezes até a reta final do confronto. Entretanto, praticamente com o jogo resolvido, o CSA chegou ao 5º gol após boa jogada entre Didira e Lucas Marques, com a bola sendo rolada para Marco Túlio completar e fechar a goleada no Rei Pelé.

FICHA TÉCNICA
CSA 5x0 JACIOBÁ


Data e horário: 27/01/2022, às 20h (de Brasília)
​Local: Estádio Rei Pelé, em Maceió (AL)
Árbitro: Wiomar Santana de Oliveira
Assistentes: Esdras Mariano e Ruan Luiz de Barros

Cartões Amarelos: Luan, 36'/1ºT; Kevyn, 38'/1ºT; Lucas Vieira, 41'/1ºT; Rithely, 45'/1ºT; Caio, 47'/1ºT

Gols: Lucas Barcelos, 28'/1ºT (1-0); Didira, 41'/1ºT (2-0); Rodrigo Rodrigues, 4'/2ºT (3-0); Yann Rolim, 15'/2ºT (4-0); Marco Túlio, 42'/2ºT (5-0)

CSA: Marcelo Carné; Lucas Marques, Douglas (Marcel, aos 17'/2ºT), Denilson e Ernandes (Diego Renan, 21'/2ºT); Giva (Cedric, aos 21'/2ºT), Luiz Henrique e Yann Rolim (Marco Túlio, aos 17'/2ºT); Didira, Lucas Barcelos e Rodrigo Rodrigues (Felipe Augusto, aos 17'/2ºT).
(Técnico: Denis Iwamura)

JACIOBÁ: Emanoel (Luigy, aos 13'/2ºT); Rudinho, Léo Rito, Kemerson e Michel; Álvaro, Diego Santos (Jadiel, aos 22'/2ºT) e Júnio; Tácio (João Vitor, aos 9'/2ºT), Francescoli (Ramon, no intervalo) e Carangueijo (Cássio, no intervalo).
(Técnico: Rogério China)

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários