Fluminense vai mal, sai vaiado e perde para o Bangu na estreia do Carioca
Luiza Sá
Fluminense vai mal, sai vaiado e perde para o Bangu na estreia do Carioca


O Fluminense ficou muito mais tempo com a bola no pé e rondou, mas foi mal e perdeu para o Bangu por 1 a 0, na estreia do Campeonato Carioca, nesta quinta-feira. Com diversos reforços fazendo sua primeira partida, o Tricolor freou as expectativas do torcedor ao apresentar pouco repertório ofensivo e espaços na defesa. O gol dos visitantes no Estádio Luso-Brasileiro, na Ilha do Governador, foi Roberto Baggio.

Com o resultado, o Flu fica entre as equipes que ainda não conquistaram pontos, enquanto o Bangu conquista os primeiros três e se junta a Vasco, Flamengo e Madureira, o próximo adversário do Tricolor. O time de Abel Braga volta a entrar em campo no domingo, às 18h, em Volta Redonda. O Bangu visita o Botafogo no mesmo dia, às 16h.

Ainda não é assinante do Cariocão-2022? Acesse www.cariocaoplay.com.br , preencha o cadastro e ganhe 5% de desconto com o cupom especial do LANCE!: GE-JK-FF-ZSW

AS MUDANÇAS DE ABEL

O primeiro time de Abel Braga na quarta passagem pelo Fluminense teve três zagueiros, cinco no meio e Willian Bigode ao lado de Fred no comando do ataque. O que se viu na prática foi um Tricolor que começou fazendo pressão alta no Bangu, mas apresentou pouco repertório para finalizar. Atrás, uma avenida de espaços para o adversário crescer e se aproveitar. O time foi lento nas transições e fez um primeiro tempo para quebrar totalmente a expectativa alta do torcedor.

PRESSÃO E... GOL DO BANGU

O Flu, como previsto, começou o jogo indo para cima e com mais posse de bola, tentando ameaçar o adversário. Fazendo uma pressão alta, o Tricolor tentava sufocar o Bangu. No entanto, foram os adversários quem aproveitaram melhor os espaços. Após erro na saída de bola com Felipe Melo, os visitantes recuperaram a bola, armaram o contra-ataque rápido e Baggio apareceu sozinho após cruzamento para colocar no gol.

TÁ DIFÍCIL

O Flu até melhorou no segundo tempo, após a entrada de Luiz Henrique na vaga de Felipe Melo. Em um novo esquema, o Tricolor tentou ser mais perigoso, especialmente com chutes de Nathan, mas não teve muito sucesso. Martinelli, que entrou na vaga do novo meia, também chutou, mas para fora. O Bangu ia fazendo cera e tentando matar o tempo como podia, enquanto o Fluminense tentava se encontrar no ataque.

PRESSÃO

Nem precisou de muito tempo para o torcedor ter um gostinho de Germán Cano e Fred atuando juntos. Já aos 38 minutos, Abel Braga precisou acionar o centroavante no banco para a pressão final do Fluminense e sacou Willian Bigode. O camisa 9 apareceu pouco durante o segundo tempo, mas teve duas boas chances que passaram perto do gol.

NÃO DEU

Foram oito minutos de acréscimo para tentar compensar todo tempo que os jogadores do Bangu ficaram caídos no gramado. Até André tentou um chute, mas a noite realmente não era do Fluminense. A equipe chegou a reclamar de alguns pênaltis, inclusive no último lance, quando Germán Cano caiu dentro da área, mas o árbitro marcou a falta fora. No fim, o goleiro defendeu a cobrança de Fred e tudo terminou em vitória do Bangu, vaias da torcida e xingamentos a Abel Braga.

FICHA TÉCNICA
FLUMINENSE 0X1 BANGU

Data/Hora:
27/01/2022, às 20h30
Local: Estádio Luso-Brasileiro, Rio de Janeiro (RJ)
​Árbitro: Alex Gomes Stefano
​Assistentes: Diogo Carvalho Silva e Fabiana Nóbrega Pitta

Gols: Baggio (13'/1ºT) (0-1)
Cartões amarelos: Felipe Melo (FLU), Brito (BAN)
Cartões vermelhos: -

Fluminense (Técnico: Abel Braga)
Marcos Felipe; Nino, Felipe Melo (Luiz Henrique - intervalo) e David Braz; Samuel Xavier (Pineida - 19'/2ºT), André, Yago Felipe, Nathan (Martinelli - 29'/2ºT) e Cris Silva (Caio Paulista - 19'/2ºT); Willian Bigode (Cano - 38'/2ºT) e Fred.

Bangu (Técnico: Felipe Loureiro)
Paulo Henrique; Carlos Eduardo, Israel, Eduardo Brito (Guilherme Martins - 23'/2ºT) e Renatinho; Roberto Baggio, Denilson (Adsson - 15'/2ºT) e Lucas Oliveira; Luis Araújo (Lucas Duarte - 42'/2ºT), Santarém (João Vitor - 42'/2ºT) e Daniel Dias (Igor Miranda - 23'/2ºT).

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários