Hora da afirmação: quarteto de jovens busca se confirmar como realidade do Vasco
Felippe Rocha
Hora da afirmação: quarteto de jovens busca se confirmar como realidade do Vasco


Pode parecer cedo para jogadores tão jovem estarem vivendo uma segunda chance ou um recomeço. Mas é assim que funciona num Vasco em que tantos jogadores ganham oportunidades cada vez mais cedo. Quando eles não se consolidam de primeira, têm no ano seguinte a oportunidade para fazê-lo. Neste cenário se enquadram os meias Juninho e MT e os atacantes Vinícius e Figueiredo.

Vinícius e Juninho, na verdade, vão para o terceiro ano como profissionais. O atacante chegou a ser relacionado para jogos em 2019, mas não entrou em campo na ocasião. Disputou 35 partidas em 2020, mas passou o ano passado praticamente todo dedicado ao time sub-20.

Ainda não é assinante do Cariocão-2022? Acesse www.cariocaoplay.com.br , preencha o cadastro e ganhe 5% de desconto com o cupom especial do LANCE!: GE-JK-FF-ZSW

Por sua vez, Juninho e seus 21 anos feitos no último domingo precisa se consolidar. Porque rodagem no time principal ele tem. Foram 26 partidas na temporada passada e outras 29 na retrasada. Parece já gozar de prestígio com o atual treinador, Zé Ricardo.

A história de MT e de Figueiredo começou no ano passado. O primeiro foi uma surpresa, se manteve relevante durante meses, mas chegou a ser punido por indisciplina. Mesmo assim, soma 25 partidas pela equipe de cima.

-> Confira a tabela do Campeonato Carioca

Já o centroavante atuou frequentemente como ponta nas vezes em que integrou o grupo profissional. Retornou ao time sub-20, se destacou na mais recente participação do Vasco na Copa São Paulo e retorna com mais moral.

Zé Ricardo conta com jovens já rodados para o grupo que começa 2022.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários