Sem resposta positiva de empréstimo, Duílio vê Arthur Cabral distante do Corinthias
Lance!
Sem resposta positiva de empréstimo, Duílio vê Arthur Cabral distante do Corinthias


Após afirmar que o Corinthians não contratará o atacante Diego Costa , o presidente do Timão, Duílio Monteiro Alves, deu detalhes sobre o interesse do clube no atacante Arthur Cabral, ex-Palmeiras que atua no Basel, da Suiça.

> GALERIA: Timão ativo no mercado para “se livrar” de atletas fora dos planos

Em entrevista ao "ge", Duílio descartou a possibilidade de comprar o atleta de 23 anos devido aos preços especulados, mas não fechou as portas para um possível empréstimo.

- Excelente jogador, jovem, forte, com gols. Mas tem contrato vigente. Falam em 15 milhões de euros, não faremos esse investimento. Lógico que nos ajudaria, mas a chance de compra é impossível. Não faremos uma dívida desse tamanho. Se tiver chance de empréstimo, poderia, sim, ser um jogador. Com perfil diferente dos que vinham sendo citados - ponderou o mandatário.

Contudo, Duílio confirmou que os suíços não responderam ao interesse do Timão, e aguardam o desfecho da janela europeia para vendê-lo.

- O Basel nunca abriu porta para o empréstimo. Fizemos consulta, não tivemos resposta positiva de um empréstimo. Janela da Europa fecha no dia 31, clube vai esperar a possibilidade de uma venda, para depois ver a possibilidade do empréstimo - explicou.

> TABELA: Confira e simule os jogos do Timão no Campeonato Paulista 2022

Os valores assustaram a diretoria do Time do Povo pois Arthur está valorizado no mercado. Com 27 gols em 34 jogos pelo Basel, ele virou alvo do Barcelona , assim como de outros equipes europeias.

No entanto, o centroavante de 23 anos vê com bons olhos um retorno ao Brasil pois acredita em suas chances de disputar a Copa do Mundo, e uma convocação seria mais fácil atuando em território brasileiro.

Porém, o Corinthians adotou um modus operandi no mercado para não se complicar financeiramente: o clube não tem ido atrás de jogador no mercado, tem aguardado liberações contratuais, como aconteceu com Paulinho .

No caso do novo camisa 15, o Grupo Taunsa está ajudando em boa parte dos vencimentos do meia , e o Timão busca contratar seu centroavante nos mesmos moldes.

E esse é o grande entrave entre Corinthians e Arthur Cabral. Além de estar sob contrato com os suíços até junho de 2023, na visão de Duílio, os parceiros comercias do clube estariam dispostos a ajudar nas negociações envolvendo nomes mais consolidados como Cavani e Diego, mas não com o centroavante do Basel.

- O que deixamos muito claro é que esses grandes nomes, como Cavani e Diego, têm potencial de marketing. As empresas querem um nome de impacto para que tenha retorno. É preciso um jogador com muita mídia para que paguem o salário. Se o Arthur viesse, e não tivesse essa marca, com tanto peso, teria que se encaixar na nossa folha salarial. Existe essa chance de achar um centroavante que façamos a contratação, sem compra, e faria isso sozinho, mas temos que ter o valor do salário do atleta dentro da nossa folha para não descumprir o teto - concluiu o presidente.

Até agora, o clube do Parque São Jorge anunciou três reforços para a próxima temporada: o lateral Bruno Melo , o zagueiro Robson Bambu e o meia Paulinho. A tendência é que nos dias seguintes seja confirmado o negócio pelo goleiro Ivan, da Ponte Preta.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários