Com invasão da torcida no fim, Palmeiras vence o São Paulo e está na final da Copinha
Lance!
Com invasão da torcida no fim, Palmeiras vence o São Paulo e está na final da Copinha


O Palmeiras está na final da Copinha. Em jogo com chances criadas para os dois lados e pressão do São Paulo , o Alviverde derrotou o Tricolor por 1 a 0, com gol de Giovani, logo no começo da partida. Agora, o Palmeiras pega o Santos, na próxima terça-feira, no Allianz Parque, na grande decisão da Copa São Paulo de Futebol Junior. O duelo deste sábado foi marcado por uma cena lamentável pouco antes do fim do jogo. Alguns torcedores do Tricolor invadiram o gramado, um deles com uma vaca na mão .


JOGO COMEÇA COM O PALMEIRAS ABRINDO O PLACAR
Apesar de torcida única do São Paulo na Arena Barueri, quem começou melhor foi o Palmeiras. Com menos de um minuto, Gabriel Silva fez o passe para Giovani, que invadiu a área do São Paulo e cruzou para trás, mas o bandeira assinalou impedimento.

Três minutos depois, veio o gol do Alviverde. Pablo perdeu a bola para Giovane no meio-campo. O atacante do Palmeiras entrou na área para tocar na saída de Young e abrir o marcador.

SÃO PAULO CRIA DUAS CHANCES
Passado o ímpeto inicial do Palmeiras, o São Paulo criou uma boa chance com 12 minutos. Caio fez o passe para Vitinho, que entrou nas costas da defesa do Palmeiras e tocou na saída do goleiro Mateus. A bola tocou na trave e saiu.

Dois minutos depois, Pedro Bicalho errou a saída de bola, Nathan fez o passe para Maioli, que chutou forte de dentro da área. O goleiro Mateus realizou a defesa para evitar o empate do São Paulo.

YOUNG SALVA O SÃO PAULO DE LEVAR O SEGUNDO GOL
Na frente do placar, o Palmeiras quase ampliou aos 34. Após jogada rápida nas costas da defesa do São Paulo, Vitinho fez o passe para Gabriel Silva, que tentou mandar de cabeça. Young defendeu no meio do gol.

O São Paulo respondeu aos 38 minutos. Luiz Henrique bateu falta para dentro da área e Beraldo cabeceou. A bola foi por cima da meta do gol de Matheus, levando perigo.

SEGUNDO TEMPO COMEÇA COM SÃO PAULO CRIANDO CHANCES
Os primeiros minutos da etapa final foram de mais pressão do São Paulo. Logo com dois minutos, Vitinho recebeu de Pablo e fez o passe para Maioli, que chutou forte. O goleiro Mateus defendeu e quase deu rebote.

Dois minutos depois, Maioli recebeu, entrou na área, mas demorou na finalização e foi travado. A pressão continuou. Aos oito, Caio recebeu de Vitinho e chutou cruzado de dentro da área do Palmeiras. A bola saiu fraca nas mãos do goleiro palmeirense.

TRICOLOR CONTINUA PRESSIONANDO
Sem o Palmeiras levando perigo, o São Paulo aproveitava para criar oportunidades. Aos 18, Pablo chutou de fora da área e o goleiro Mateus defendeu sem rebote no meio do gol. Já com 25, Vitinho aproveitou a sobra dentro da área do Palmeiras e chutou forte, por cima da meta do goleiro palmeirense.

O Palmeiras apostou na entrada do garoto prodígio Endrick, mas continuava sem levar perigo nos contra-ataques. Enquanto isso, a defesa alviverde tinha trabalho para conter as chances criadas pelo Tricolor. Aos 36, após falta cobrada pelo São Paulo dentro da área, Guilherme tocou de cabeça sem muita força, e Mateus defendeu.

SÃO PAULO ACERTA A TRAVE NOS ACRÉSCIMOS
O final da partida foi com emoção. Com 49 minutos, João Adriano tabelou com Talles Wander e cruzou. O próprio Talles bateu e a bola caprichosamente bateu na trave do gol do Palmeiras.

CONFUSÃO MARCA O FIM DO JOGO
Quando a semifinal estava caminhando para o final, um torcedor invadiu o campo com uma espécie de faca e foi brigar com os jogadores do Palmeiras. A partida ficou paralisada por cerca de cinco minutos.

FICHA TÉCNICA
SÃO PAULO 0 x 1 PALMEIRAS
Data e hora:
22 de janeiro de 2022, às 19h (Horário de Brasília)
Local: Arena Barueri, em Barueri (SP)
Árbitro: Matheus Delgado Candançan
Auxiliares: Daniel Luís Marques e José Lucas Candido de Souza
Gols: Giovani (04'/1ºT) (0-1)
Cartões Amarelos: Beraldo, Maioli (SAO), Lucas Sena (PAL)
Cartões Vermelhos:
Público e Renda:
11.781 torcedores / R$ 292.320,00

SÃO PAULO:
Young, Nathan, Beraldo, Guilherme (Patryck, aos 39'/2ºT) e Pablo (Negrucci, aos 32'/2ºT); Léo (João Adriano, aos 19'/2ºT), Caio, Luiz Henrique e Vitinho; Petri (Cauê, aos 32'/2ºT) e Maioli (Talles Wander, aos 19'/2ºT). Técnico: Alex.

PALMEIRAS:
Mateus; Gustavo Garcia, Naves, Lucas Freitas e Vanderlan (Kevin, aos 28'/2ºT); Fabinho, Pedro Bicalho (Ian, aos 17'/2ºT) e Jhonatan (Miguel, aos 28'/2ºT); Giovani (Lucas Sena, aos 28'/2ºT), Gabriel Silva (Endrick, aos 17'/2ºT) e Vitinho. Técnico: Paulo Victor Gomes.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários