Reforço do Fluminense, Fábio pode bater recorde de Ceni na Libertadores
André Garone
Reforço do Fluminense, Fábio pode bater recorde de Ceni na Libertadores


Aos 41 anos de idade, Fábio é o novo reforço do Fluminense para a temporada 2022. Dispensado do Cruzeiro após 17 anos de idolatria no clube, o experiente goleiro acertou com o Tricolor das Laranjeiras até o fim de dezembro. O camisa 1 é mais um "especialista" em Libertadores contratado para defender a equipe na edição da competição sul-americana deste ano.

Profissional desde 1998, quando estreou pelo Athletico Paranaense, Fábio atuou em sua primeira Libertadores em 2001, quando estava no Vasco. Na ocasião, apesar de ser reserva de Hélton, foi titular nos duelos contra o Peñarol, do Uruguai - vitória vascaína por 3 a 1 -, e o Deportivo Táchira, da Venezuela - triunfo carioca por 3 a 2.

Estas seriam apenas as duas primeiras apresentações daquele que se tornaria o segundo brasileiro com mais partidas na competição. Fábio voltaria a campo pela Libertadores somente em 2008, já pela Raposa, mas se tornaria algo habitual. O arqueiro, apesar de nunca ter levantado a taça, soma 83 jogos, com 46 vitórias, 19 empates e 18 derrotas. Somente Rogério Ceni, ídolo do São Paulo e hoje treinador, com 90 participações, supera esta marca.

O Fluminense estreará na na 2ª fase eliminatória da competição enfrentando o Millonarios, da Colômbia, no dia 22 de fevereiro. Caso avance, e Fábio assuma a titularidade no período, o goleiro tende a bater a marca histórica de Ceni.

BRASILEIROS COM MAIS JOGOS NA HISTÓRIA DA LIBERTADORES

1º - Rogério Ceni- 90 jogos
2º - Fábio - 83 jogos
3º - Danilo (meia) - 82 jogos
4º - Henrique (volante) - 81 jogos
5º - Manga- 73 jogos
Leonardo Silva - 73 jogos

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários