Paco Gento, ídolo do Real Madrid, morre aos 88 anos
Lance!
Paco Gento, ídolo do Real Madrid, morre aos 88 anos


Paco Gento, jogador histórico do Real Madrid, morreu aos 88 anos na manhã desta terça-feira. O ex-atletamerengue se destacava por sua velocidade, mas também por atrair títulos, sendo o único a conquistar seis troféus da Copa da Europa, equivalente a Champions League atual.

O atacante chegou ao Real Madrid em 1953 após uma temporada com a camisa do Racing Santander. Após uma primeira temporada discreta, Santiago Bernabéu, ex-presidente do clube espanhol, pensou em negociá-lo novamente com a equipe de onde veio, mas Alfredo Di Stefano impediu.

> Veja a tabela da La Liga

O argentino, que também está no hall dos maiores jogadores da história merengue, impediu que a operação fosse concretizada após conversa com o mandatário. O atacante havia pedido um voto de confiança no jovem e também a contratação de Héctor Rial.

A partir de 1955/1956, Gento fez parte do histórico conjunto do Real Madrid que conquistou cinco títulos consecutivos da Copa da Europa. O espanhol marcou gols que contribuíram para as conquistar em 1956/1957 e em 1957/1958. Seu último troféu continental aconteceu em 1965/1966.

Em 18 temporadas vestindo a camisa merengue, Gento também venceu 12 Campeonatos Espanhóis, um Mundial de Clubes e duas Taças da Espanha. O atleta soma 523 jogos com a camisa branca e anotou um total de 159 gols em sua passagem.

Em 1971, Gento decidiu pendurar as chuteiras após Santiago Bernabéu decidir por uma renovação no elenco. Em 2016, o ídolo foi elegido Presidente de Honra, sucedendo Di Stefano, falecido em 2014. Na Espanha, o ponta esquerdo é considerado um dos maiores jogadores de todos os tempos em sua posição.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários