Diego Souza discorda da necessidade de 'limpa' no elenco do Grêmio após rebaixamento
Futebol Latino
Diego Souza discorda da necessidade de 'limpa' no elenco do Grêmio após rebaixamento


Depois de ver sua passagem pelo Grêmio ser finalizada em dezembro de 2021, porém retornar antes mesmo do início da temporada 2022, o atacante Diego Souza disse em entrevista não concordar com a ideia de "limpa" no elenco que ficou marcado pelo rebaixamento no Brasileirão do ano passado.

Agora no TikTok! Novo canal terá live com as notícias do mercado da bola

Isso porque, para ele, existe qualidade e dedicação suficiente no plantel dirigido pelo técnico Vagner Mancini pensando na manutenção da base que visará, especialmente, buscar o retorno a elite do futebol nacional.

- Não é porque caiu que necessariamente tenha que fazer uma limpa geral. Os profissionais são capacitados para saber fazer suas escolhas. Quem ficou aqui com certeza é um escolhido, tem admiração, é um cara que trabalha diariamente. Ninguém ia comprar esse barulho se fosse diferente disso. Todos nós que permanecemos é porque temos muito a oferecer sim. Todos com muita gana, muita vontade de jogar muito esse ano para que a gente possa ter essa oportunidade. Já que a gente participou de um momento ruim, a gente conseguir dar essa volta por cima para que o torcedor possa ficar mais feliz - avaliou.

Além disso, Diego pontuou que viu a campanha ruim no Campeonato Brasileiro de 2021 como fruto do futebol da equipe "não encaixar" e também analisou o período em que estava entre o retorno ao Grêmio e a possibilidade de se acertar com o Sport, equipe que tem notória identificação:

- Foi um ano muito difícil, tivemos alguns tipos de problemas dentro da temporada. A nossa equipe não encaixou. A maior parte do campeonato a gente não conseguiu jogar o futebol que a gente apresentou no final. Jogamos o campeonato subindo ladeira. Tivemos alguns problemas, desde o início, não é normal uma equipe como o Grêmio, com jogadores de tanta qualidade, desde o início do campeonato permanecer na zona de rebaixamento. Isso foi bem difícil. O que a gente pode dizer que é esse ano tem que ser diferente. A gente tem três competições, e a gente vai fazer de tudo para buscar esses títulos e fazer com que o Grêmio volte o mais rapidamente possível para a Série A, que é o maior objetivo na temporada.

- Assim que acabou a temporada, da maneira que acabou a temporada, seria muito difícil entrar na minha cabeça eu me aposentar com um ano difícil que foi. Logo no início o Grêmio não contava (comigo), não tinha o contato. Com o Sport, além de ter um carinho, além de ser um torcedor do clube, tenho contato muito direto com o presidente, com o diretor Augusto Carreras. A gente conversou muito e eles sabiam da minha prioridade, que era permanecer no Grêmio. A gente começou a conversar, mas não chegamos a acertar valores e outras coisas desse tipo. Quando o Grêmio entrou em contato, a vontade de permanecer seguiu e eu consegui resolver isso bem rapidamente - concluiu.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários