Passagem de bastão? Lucas Piton deve ter mais chances pelo Corinthians em 2022
Fábio Lázaro
Passagem de bastão? Lucas Piton deve ter mais chances pelo Corinthians em 2022


Diferentemente da última temporada, quando o experiente Fábio Santos dominou a lateral-esquerda do Corinthians , a tendência é que o garoto Lucas Piton, de 21 anos, ganhe mais espaço em 2022.

E é a idade que pode explicar o aumento de chances que Piton tende a ter neste ano, isso porque aos 36 de idade Fábio Santos pode fazer a sua última temporada pelo Timão. O atleta ainda não se manifestou se deve ou não parar de jogar ao fim da temporada, mas o contrato recentemente firmado entre o lateral e o clube do Parque São Jorge é até dezembro de 2022. O vínculo, inclusive, foi renovada no último mês de setembro, com aumento salarial, já que se encerraria no fim do ano passado.

Os sinais de uma passagem de bastão está justamente na utilização de Lucas Piton como titular

>> Confira tabela do Paulistão e simule os primeiros jogos
>> O brabo voltou! Relembre 15 momentos marcantes de Paulinho pelo Timã o


Outro possível motivo de Piton ter mais espaço é o mercado internacional. O Corinthians passou longe de bater a sua meta de arrecadação em vendas de atletas na última temporada, e Lucas é um dos jogadores que desperta os olhares da Europa, pela pouca idade e bom desempenho quando acionado desde 2019, quando teve as suas primeiras chances pelo time profissional.

Paralelamente a isso, o Timão está perto de anunciar Bruno Melo, que estava no Fortaleza, por empréstimo até o fim do ano . A chegada do atleta vindo do futebol cearense foi questionada por algumas pessoas, mas se explica em dois motivos: a versatilidade do atleta, que também pode atuar como zagueiro e volante, algo que agrada o técnico Sylvinho, e pela chance do jogador beliscar essa 'entresafra' de uma possível venda de Piton ou aposentadoria de Fábio Santos. Caso uma das duas coisas aconteça, Melo pode até ser comprado em definitivo pelo Corinthians, dependendo do quanto ele agradar a comissão técnica.

Enquanto o novato da lateral-esquerda vai chegando aos poucos no Parque São Jorge, Fábio Santos e Lucas Piton se dão muito bem, com um tratamento de 'pai e filho'. O mais jovem costuma conversar muito com o veterano até para aprimorar a sua parte técnica.

Como semelhança entre a dupla é que ambos marcaram o primeiro gol pelo Corinthians da mesma forma , contra o mesmo adversário, na mesma competição: de falta ,contra o Santos, pelo Campeonato Paulista.

Em relação a Fábio Santos, o feito aconteceu em 2010, no mês de fevereiro, em uma vitória corintiana por 3 a 1 pela nona rodada do Estadual, em jogo disputado no estádio do Pacaembu. Já Piton marcou na casa do rival, a Vila Belmiro, pela oitava rodada do Paulistão do ano passado, tento que marcou também a primeira vez que o atleta foi às redes como profissional.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários