Com boa média de idade no elenco, Fluminense muda mentalidade e passa a falar em títulos com reforços
Luiza Sá
Com boa média de idade no elenco, Fluminense muda mentalidade e passa a falar em títulos com reforços


Novo ano, novos objetivos e o pensamento no Fluminense parece ser apenas um: tirar o clube da fila de títulos. Se 2021 foi um ano de afirmação com a volta à Libertadores, o investimento feito em contratações mostra que os alvos mudaram. Não só quem já estava, mas os jogadores que chegaram às Laranjeiras reforçam a vontade de serem protagonistas em 2022. Para que isso aconteça, a principal aposta do Tricolor foi dar mais "casca" ao time, proposta de começa desde a escolha por Abel Braga como treinador .

A média atual de idade do grupo está em 26,4, contando com John Kennedy, Matheus Martins e Wallace, que estão na Copinha mas fazem parte do elenco principal, além de nomes que ainda podem sair. Com a lateral-esquerda "superlotada" , Danilo Barcelos e Marlon tem o futuro indefinido. Cazares, que está de saída, não entrou na conta. Veja nome por nome ao final da matéria .

Ainda há, claro, a intenção de acrescentar ao grupo jogadores vindos da base. Nomes de destaque da Copa São Paulo de Futebol Junior, além de outros do Sub-23 podem (e vão) acabar sendo promovidos por Abel. Mas fato é que o interesse pelos mais veteranos não é só pela experiência, mas pelo conhecimento principalmente da Libertadores.

Ao todo, os novos contratados do Fluminense somam na competição continental cinco títulos, 165 confrontos , com 88 vitórias, 38 empates, 39 derrotas e 24 gols anotados. Apenas David Duarte e Cristiano nunca jogaram o torneio, mas o lateral já esteve na Champions League e se destacou, o que o dá mais rodagem no alto nível.

Mas o pensamento principal está nos títulos. O Fluminense, vale lembrar, não ganha o Campeonato Carioca e o Brasileirão desde 2012. Em 2016, levantou a taça da Primeira Liga, competição que acabou não vingando. Na última temporada, a equipe caiu nas quartas da Libertadores e da Copa do Brasil. Os dois reforços já apresentados, Felipe Melo e Willian reforçaram algumas vezes a vontade de vencer.

Em termos de comparação, na entrevista coletiva de apresentação de Roger Machado no ano passado, o treinador em nenhum momento citou títulos, apesar de ter reforçado que a equipe poderia chegar longe na Libertadores. Não há demérito do profissional, apenas uma indicação de que a cobrança atual aumentou com a elevação do nível do elenco.

– Onde passei, eu consegui encontrar grupos vencedores, grupos com atletas de qualidade e com essa característica também de um grupo competitivo, de um grupo unido, onde esse respeito, essa disputa sadia pelo seu espaço, tendo uma boa gestão... Então, quando eu chego ao Fluminense, mesmo antes de assinar, já sabia dessas boas informações, da qualidade do grupo, que aqui realmente era um ambiente muito familiar, um grupo que se respeita muito, com esses garotos com muito potencial, que tem agregado bastante dentro da equipe, então, eu chego aqui com essa confiança, convicção que nós temos tudo para poder disputar e conquistar esses títulos - disse Willian.

- Sou um cara que gosto de trazer à memória o que me dá esperança. Posso citar o Leicester, que era desconhecido e no meio de grandes feras venceu o Inglês. Imagina o Fluminense, que é um grande clube. Temos que almejar títulos, subir nosso patamar. Se antes o time brigava para se classificar, agora tem que vencer a Libertadores. Venho para agregar e junto do grupo brigar por títulos. Tudo que não for isso vai ser uma falha. Tenho a minha fé e respeitando a fé de todos, sirvo ao Deus do impossível. Vamos trabalhar bastante. Sonhar, profetizar e realizar. Basta ir a campo, treinar e vamos fazer acontecer. Espero brigar por títulos - reforçou Felipe Melo.

O Fluminense estreia na temporada no próximo dia 27, quando enfrenta o Bangu às 21h, pelo Estadual. O primeiro jogo pela segunda fase da Libertadores será em 22 de fevereiro, diante do Millonarios, na Colômbia. A volta é dia 1º de março, em São Januário.

VEJA A LISTA DE IDADES DO ELENCO:

Goleiros:
Gustavo Ramalho (19), Marcos Felipe (25), Muriel (34) e Pedro Rangel (21).
Laterais : Calegari (19), Danilo Barcelos (30), Mario Pineida (29), Marlon (24), Samuel Xavier (31) e Cristiano (28).
Zagueiros: David Braz (34), David Duarte (26), Luan (20), Luccas Claro (30), Manoel (31), Matheus Ferraz (36) e Nino (24).
Meio-campistas: André (20), Jhon Arias (24), Martinelli (20), Nathan (25), Nonato (23), Paulo Henrique Ganso (32), Wallace (20), Wellington (30), Felipe Melo (38) e Yago Felipe (26).
Atacantes: Caio Paulista (23), Fred (38), Gabriel Teixeira (20), Luiz Henrique (21), Germán Cano (33), John Kennedy (19), Matheus Martins (18) e Willian (35).

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários