Depois de lesão, Augusto revela expectativa por futuro no Santos
LANCE!/DIARIO DO PEIXE
Depois de lesão, Augusto revela expectativa por futuro no Santos


O meia Augusto Gálvan chegou ao Santos em agosto do ano passado, vindo por empréstimo do Real Madrid. Aos 22 anos, o jogador ainda não estreou pelo principal, chegou a marcar gol pelo Sub-23 e ainda teve uma séria lesão no adutor. Depois da temporada de 2021 com oscilações, ele espera fazer diferente esse ano e falou da expectativa no Peixe.

"Minha expectativas são as melhores, fazendo meu trabalho e buscando as oportunidades eu tenho certeza que será uma temporada muito boa para o Santos e consequentemente pra mim.", afirmou.

Augusto chegou a ser relacionado em algumas partidas pelo time principal, mas ainda não fez sua estreia. Ao DIÁRIO, o meia falou sobre o que pode ser seu diferencial para chamar a atenção do técnico Fábio Carille.

"Acho que pela visão de jogo, eu consigo encaixar bem buscando os espaços, mas sempre fazendo meu papel defensivamente.", revelou Augusto.

O Santos optou por "descer" o jogador ao Sub-23 para ganhar mais minutagem antes de ser aproveitado no profissional. O jogador foi inscrito na Copa Paulista, atuou em algumas partidas e chegou a marcar gol na competição. Augusto avaliou sua passagem pelo Santos B.

"Poderia ser melhor, mas feliz pelo gol e o ganho de ritmo de jogo. É sempre bom estar competindo.", disse o meia.

Durante uma partida contra o São Bernardo, pela Copa Paulista, em outubro, o meia foi substituído e, desde então, ficou afastado das atividades no Peixe.

Volta por cima

Augusto Gálvan sofreu uma lesão séria no adutor e não atuou no restante da temporada. Ele contou sobre o período de lesão ao DIÁRIO e quer dar a volta por cima em 2022.

"Foi complicado, foi uma lesão considerada grave e me assustou um pouco, mas esta temporada com certeza será diferente, sem lesões e com bastante vitórias do Santos.", contou.

O jogador, que pertence ao Real Madrid, ficará emprestado ao Peixe até junho de 2022.

O atleta deixou o São Paulo em 2017 após venda ao clube merengue. A saída do jogador do clube do Morumbi teve roteiro parecido com a de Kaio Jorge do Santos.

Como o contrato estava próximo de acabar, o Tricolor Paulista se viu “obrigado” a negociar o jogador para conseguir lucrar. Enquanto esteve no São Paulo, Augusto chegou a ser convocado para as seleções de base do Brasil.

O Real Madrid pagou 1 milhão de euros (R$ 6,1 milhões) como compensação ao São Paulo. O contrato ainda previa 2 milhões de Euros em caso de bônus por metas atingidas, assim como o de Kaio Jorge. No caso de Augusto, ele não chegou a ser integrado ao time profissional do Real Madrid.

No São Paulo, o jogador fez parte de uma geração super campeã. Ao todo a geração de 1999 foi tricampeã paulista na base de forma consecutiva, vencendo o sub-15 em 2014 e o sub-17 em 2015 e 2016, a Copa do Brasil Votorantim sub-15 de 2014 e também foi campeã da Taça BH sub-17 em 2016.

Na temporada 2018/2019, o jogador entrou em campo em 19 jogos (4 como titular) pelo Real Madrid Castilla (como o Santos B). Já em 2019/2020, foram 6 jogos, sendo 15 no banco e 53 minutos na terceira divisão pelo Cultural Leonesa. Na última temporada, 15 jogos, sendo 9 como titular e 2 gols no Las Rozas (terceira divisão espanhola).

Embora os poucos jogos como titular, o Augusto Galván conseguiu um grande feito pelo Cultural Leonesa. O jogador esteve em campo na classificação histórica do time espanhol contra o todo poderoso Atlético de Madrid, de Simeone, por 2 a 1, na Copa do Rei.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários