Jorge Braga vibra com a venda da SAF do Botafogo e o 'maior desafio da carreira': 'Um ciclo se encerra'
Lance!
Jorge Braga vibra com a venda da SAF do Botafogo e o 'maior desafio da carreira': 'Um ciclo se encerra'


Jorge Braga foi um dos protagonistas do Botafogo no que diz respeito à venda da SAF para John Textor, concretizada nesta sexta-feira após a aprovação da Assembleia Geral nesta sexta-feira . Também com um favorecer positivo do Conselho Deliberativo , o CEO compartilhou uma mensagem de comemoração.

+ ​VP do Botafogo explica planos para os R$ 50 milhões e adota 'pés no chão' com Elkeson e Rafael Carioca

– Me dirijo à gloriosa torcida alvinegra fazendo um depoimento pessoal no sentido que em março do ano passado, quando o presidente Durcesio me convidou para fazer essa reestruturação do Botafogo, eu aceitei. Confesso que um pouco assustado e muito entusiamado, estimulado para participar dessa mudança - afirmou, em entrevista à "BotafogoTV".

O CEO destacou não apenas a mudança do Botafogo no que diz respeito ao modelo estrutural do futebol, mas também em relação ao pensamento das pessoas que tocam o dia a dia do clube.

– Todos os dias foram de muita transformação econômica, financeira, de marca, produto e cultura e modelo mental das pessoas no Botafogo. Nessa última temporada a torcida teve muitos motivos para comemorar. Não apenas o acesso à Série A como também a aprovação da lei da SAF, que mudou o marco do futebol no Brasil. O projeto da Botafogo S/A vem desde 2019, mas no meu entender precisava de uma clara demonstração que o Botafogo tinha capacidade para poder enfrentar essa nova era. Não se faz isso sem gente e os talentos do Botafogo sempre me surpreenderam positivamente. Foi assim que fizemos essa transformação - relatou.

Contratado por Durcesio Mello no começo do ano, Jorge considerou a venda do futebol do Alvinegro como o maior desafio da carreira. Com tudo cumprido, ele tem uma sensação de alívio.

– Com a parceria da XP, chega também um investidor internacional que entende também do negócio, gosta de futebol, entende de mídia e gosta de gente. Hoje, 14 de janeiro, é um marco para o Botafogo e um marco pessoal para mim. Um ciclo se encerra. Me sinto muito feliz, muito contente, muito emocionado e realizado por ter completado o maior desafio profissional da minha carreira. Vida longa ao Botafogo - finalizou.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários