Sexto técnico da gestão Landim no Flamengo, Paulo Sousa tem missão de quebrar 'barreira dos cinco meses'
Lance!
Sexto técnico da gestão Landim no Flamengo, Paulo Sousa tem missão de quebrar 'barreira dos cinco meses'


Paulo Sousa chega ao Rio de Janeiro, nesta sexta-feira, e já é aguardado no CT do Ninho do Urubu para iniciar os trabalhos in loco. A expectativa e cobrança em cima do português serão grandes, assim como os desafios no comando do Flamengo . Aos 51 anos e com passagens por vários centros da Europa, Paulo Sousa chega para ser o sexto treinador da gestão de Rodolfo Landim, que, por motivos diversos, não conseguiu acabar com as trocas constantes no cargo.

Quando Rodolfo Landim foi eleito e a gestão assumiu o Flamengo, em janeiro de 2019, um aspecto era consenso para o departamento de futebol: o clube não poderia trocar de técnico a cada cinco meses - como aconteceu nos mandatos de Eduardo Bandeira de Mello, antecessor do atual presidente.

Entre 2013 e 2018, os 13 técnicos (Dorival Júnior teve duas passagens, uma em 2013 e outra em 2018) ficaram, em média, cinco meses no comando da equipe.

Vale destacar que, durante os mandatos de Bandeira de Mello, nenhum técnico conseguiu iniciar e encerrar uma temporada no Flamengo - o mesmo aconteceu nos primeiros anos da gestão de Rodolfo Landim, entre 2019 e 2021.

APENAS CENI E JJ ULTRAPASSARAM OS QUATRO MESES

Levando em conta as datas nas quais foram anunciados e desligados, os cinco técnicos do Flamengo nas últimas três temporadas, a média do tempo de trabalho foi de aproximadamente 6 meses e 27 dias, sendo que Jorge Jesus (1 ano, 1 mês e 19 dias) e Rogério Ceni (8 meses) foram os mais longevos.

Abel Braga, Domènec Torrent e Renato Gaúcho não conseguiram ultrapassar a barreira dos "cinco meses" completos neste período, que ainda teve Marcelo Salles e Maurício Souza trabalhando como interinos durante as mudanças.

Os períodos de trabalho de cada técnico na gestão de Rodolfo Landim:

Abel Braga - 4 meses e 28 dias
1º de janeiro de 2019 a 29 de maio de 2019

Jorge Jesus - 1 ano, 1 mês e 19 dias
1º de junho de 2019 a 20 de julho de 2020

Domènec Torrent - 3 meses e 6 dias
31 de julho de 2020 a 9 de novembro de 2020

Rogério Ceni - 8 meses
10 de novembro de 2020 a 10 de julho de 2021

Renato Gaúcho - 4 meses e 19 dias
10 de julho de 2021 a 29 de novembro de 2021

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários