Roger Flores avalia saída de Fábio do Cruzeiro: 'Faltou sensibilidade'
Lance!
Roger Flores avalia saída de Fábio do Cruzeiro: 'Faltou sensibilidade'


A saída do goleiro Fábio do Cruzeiro viralizou nas redes sociais e, para o comentarista Roger Flores , o ídolo da Raposa merecia uma despedida mais 'carinhosa'. Durante o 'Seleção SporTV' desta quinta-feira, o ex-meia destacou os números de Fábio pelo clube e reforço a insatisfação dos torcedores com a situação.

placeholder

> Confira as tabelas dos campeonatos estaduais e simule os resultados!

- Eu acho que foge muito do salário e até acredito que o Fábio jogaria de graça esse ano para completar os mil jogos. Apenas três jogadores tem mais de mil jogos por um clube, acho que é o Pelé pelo Santos, o Rogério Ceni pelo São Paulo e o Roberto Dinamite pelo Vasco - destacou o comentarista do grupo Globo.

- O que bateu foi essa questão da dívida, a dívida que se acumulou, e aí a gente pode debater com detalhes mais técnicos se realmente essa dívida passaria para a SAF com o Fábio assinando o contrato […], se a decisão foi acertada, se foi errada, ou até como o Cruzeiro demitiu o Fábio, né, porque eu acho que faltou um pouquinho de sensibilidade também - continuou o ex-meia.

+ Confira como foi o Réveillon dos craques e mais do Fora de Campo!

- Acho que o Cruzeiro tem total direito de fazer o que fez, mas com o Fábio teria que ter um pouquinho mais de cuidado, de sensibilidade, porque o jogador que veste 976 a camisa de um clube gigante, de uma história linda, de uma história pesada que tem o Cruzeiro, e como o torcedor abraça e temo Fábio como um dos maiores ídolos, muitos como o maior ídolo da história do Cruzeiro, eu acho que ele tinha o direito de ter saído com um pouquinho mais de respeito, um pouquinho mais de carinho, porque o torcedor não está digerindo bem essa notícia - completou Roger Flores.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários