América-MG negocia com o colombiano Índio Ramirez para a temporada 2022
Valinor Conteúdo
América-MG negocia com o colombiano Índio Ramirez para a temporada 2022


O América-MG está de olho no mercado sul-americano para montar o seu elenco em 2022. O Coelho iniciou conversas com com o meia colombiano Índio Ramirez. O jogador pertence ao Atlético Nacional, da Colômbia, com quem tem contrato até junho do ano que vem.

O time mineiro quer comprar parte dos direitos econômicos do atleta, que defendeu o Bahia este ano no Campeonato Brasileiro. A informação foi veiculada pela Rádio Itatiaia e confirmada pelo LANCE!.

Para que o negócio saia, o Coelho terá de convencer o Atlético Nacional, que o emprestou ao Bahia, mas com a queda para a Série B, não seguirá no Tricolor de Aço. Na equipe baiana, fez 15 jogos e marcou 3 gols.

- Hoje me despeço do Bahia, clube que me abriu as portas e me ajudou a crescer profissional e pessoalmente. Agradeço a todas as pessoas que fazem parte deste grande clube e pelo grande carinho que a torcida teve no tempo em que defendi estas cores. Obrigado a todos e até breve - escreveu Ramirez em suas redes sociais.

Polêmica sobre racismo

No Brasileirão de 2020, Índio Ramirez se envolveu um caso de racismo, que foi denunciado pelo meia Gerson, na época no Flamengo. O caso aconteceu na partida entre Flamengo e Bahia, e o atleta do Rubro Negro acusou o colombiano de dizer para ele "cala boca, negro".

Ramirez negou o fato afirmando que não ofendeu Gerson, dizendo que que gritou "juega rapido hermano". O caso foi arquivado pelo Ministério Público.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários