Lutador do UFC faz postagem homofóbica nas redes sociais
TATAME
Lutador do UFC faz postagem homofóbica nas redes sociais


Em alta no UFC com cinco vitórias seguidas e com luta marcada para fevereiro contra Jack Hermansson, Sean Strickland fez declarações homofóbicas e machistas nas redes sociais. O peso-médio comentou que, caso tivesse um filho homossexual, teria “falhado” como homem.

- Se eu tivesse um filho gay, pensaria que falhei como homem em criar tal fraqueza. Se eu tivesse como filha uma prostituta, pensaria que ela só queria ser como o pai - publicou Strickland.

Logo após a repercussão negativa, o atleta do UFC, atualmente na sétima posição da categoria até 84kg, disse não ter problemas com homossexuais: - Gays são ótimos. Eu os apoio em suas escolhas. Liberdade! Gays fazem isso. A maioria dos gays que eu conheço está sempre feliz. Todos eles ficam amigos o dia todo e fazem sexo. Nós, homens heterossexuais, estamos fudi***, pois temos que fazer um trabalho sério para transar. Não é justo - escreveu.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários