Corinthians prioriza centroavante de peso e adota paciência no mercado
Alexandre Guariglia
Corinthians prioriza centroavante de peso e adota paciência no mercado


O torcedor do Corinthians que ficou esperando por um presente de Natal percebeu que nenhuma movimentação ocorreu nesses últimos dias. E dificilmente ocorreria, uma vez que o clube tem adotado cautela e paciência diante dos alvos escolhidos para serem possíveis reforços para a camisa 9. A complexidade das negociações exige esse tipo de postura dos dirigentes.

TABELA
> Veja classificação e simulador do Paulistão-2022 clicando aqui

> Conheça o aplicativo de resultados do LANCE!

GALERIA
> Veja como fica o valor de mercado do elenco do Corinthians com Paulinho

Cavani segue sendo o plano A do Timão para ser o tão sonhado reforço para a posição de centroavante. Mesmo com notícias de que ele já teria um acordo com o Barcelona, a diretoria corintiana confia que ainda conseguirá conversar com os representantes do jogador assim que ele resolver sua situação no Manchester United, o que só deve acontecer a partir do próximo mês.

O Alvinegro, por ora, não tem como avançar na questão, pois não fará qualquer tipo de tratativa com o clube inglês, ou seja, não haverá compensação financeira para liberar o uruguaio. Assim que ele ficar livre no mercado, as conversas passam a ter o tom de negociação até virar proposta oficial. Por isso e pelo tamanho da contratação, a paciência é a postura adotada até aqui.

Da mesma forma o clube trabalha em outras frentes, como Diego Costa, que é um segundo alvo da diretoria. Vinculado ao Atlético-MG até dezembro de 2022, o atacante precisa rescindir com o Galo para ser uma possibilidade real. Como o próprio presidente Duilio Monteiro Alves falou para a Gazeta Esportiva, o Corinthians só entrará no negócio se Diego estiver livre no mercado.

Assim como a situação com Cavani, o Timão não quer envolver compensações financeiras para outros clubes e não deve sentar com o Atlético-MG para tratar disso em relação a Diego Costa. Ao mesmo tempo, o Galo não vai facilitar a saída para um clube brasileiro. Por isso, mais uma vez, não há outra alternativa que não seja a paciência. O desenrolar dessa situação deve levar semanas.

No caso de Suárez, apesar do interesse, a negociação é considerada muito mais difícil do que as demais. Com vínculo com o Atlético de Madrid até o meio de 2022, o atacante uruguaio tem bastante mercado na Europa e segundo apurou o LANCE! , o Corinthians fez apenas consultas sobre a situação do jogador, nada mais do que isso. De qualquer forma, também não há muito o que fazer.

A paciência só é possível pelo fato de a disputa da Libertadores, torneio mais importante do ano para os corintianos, ter início apenas em abril. Portanto, não há pressa para fechar as negociações. Antes disso, apenas o estadual será disputado pelo Timão. Enquanto isso, a diretoria agiliza os ajustes no elenco, encaminhando o destino de jogadores que não fazem parte dos planos.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários