Retrospectiva LANCE!: Enderson Moreira ‘faz mágica’ e se torna campeão com o Botafogo em 2021
Lance!
Retrospectiva LANCE!: Enderson Moreira ‘faz mágica’ e se torna campeão com o Botafogo em 2021


Na quinta matéria da série de retrospectivas, o LANCE! relembra o 2021 dos técnicos do Botafogo . O ano começou com Eduardo Barroca na reta final do Brasileirão em que o Alvinegro foi rebaixado em último colocado. Enquanto na temporada 2021, o clube viu a equipe entrar num buraco com Marcelo Chamusca para embalar com Enderson Moreira e ser campeão.

> André Rizek afirma que Botafogo foi vendido e causa euforia entre os torcedores alvinegros

AINDA NA SÉRIE A
O ano começou com a reta final do Brasileiro de 2020. Eduardo Barroca comandou a equipe com uma pequena esperança de escapar do rebaixamento - o que não aconteceu. O Botafogo caiu oficialmente na derrota sobre o Sport por 1 a 0 no Nilton Santos.

Com o rebaixamento decretado, Barroca foi demitido e o auxiliar Lúcio Flávio assumiu a equipe nas rodadas finais. Nos 11 jogos finais do Brasileiro de 2020, o Botafogo conseguiu nove derrotas, um empate e uma vitória.
Botafogo x Atletico GO - Barroca

Edurado Barroca, ex-treinador do Botafogo (Foto: Vitor Silva/Botafogo)

NA TEMPORADA 2021
Em busca do acesso, a diretoria planejou e escolheu Marcelo Chamusca como o treinador para comandar a equipe na campanha na Série B. O técnico chegou com boa expectativa por ter tido sucesso em trabalhos recentes na competição com outros clubes.

Chamusca chegou já com a missão de passar da primeira fase da Copa do Brasil. Na ocasião, o Botafogo goleou o Moto Club por 5 a 0, o que animou a torcida.

No Carioca, o treinador não conseguiu um bom desempenho. O Botafogo não se classificou às semifinais e ficou em vice na Taça Rio - uma espécie de troféu de consolação. A eliminação na Copa do Brasil para o ABC na segunda fase fez a situação de Chamusca no cargo piorar.

Leia Também

SÉRIE B
O Botafogo iniciou a sua principal competição no ano, a Série B, em busca do acesso. A equipe começou bem com duas boas vitórias nos três primeiros jogos. Mas a primeira derrota veio na quinta rodada, contra o Náutico por 3 a 1 nos Aflitos. A atuação do time comandado por Chamusca na partida colocou em evidência uma questão do treinador - o Alvinegro não conseguia um bom desempenho fora de casa.

Após a derrota contra o Náutico, o Botafogo jogou cinco partidas e venceu apenas uma - contra o Vitória em casa. Nos outros quatro duelos, a equipe perdeu duas e empatou duas. A pressão de Chamusca no cargo aumentou, mas o jogo decisivo foi contra o Cruzeiro, que resultou em 3 a 3 no Nilton Santos. Após isso, o treinador foi desligado do clube. Marcelo Chamusca deixou o clube na 12ª colocação da Série B, com nove vitórias, 12 empates e seis derrotas (50% de aproveitamento).

> Botafogo anuncia renovação com Gatito Fernández

O auxiliar Lúcio Flávio assumiu a equipe por mais duas rodadas até a diretoria encontrar um novo treinador. O escolhido foi Enderson Moreira, que assumiu o time em 14º lugar da tabela. A chegada do técnico não agradou a torcida de início devido aos trabalhos recentes do comandante em outros clubes. Mas, uma grande arrancada de quatro vitórias consecutivas fez isso mudar.

Enderson Moreira encontrou a maneira do time jogar e, de acordo com os próprios jogadores, o comandante deu mais confiança à equipe dentro de campo. O treinador fez um ótimo trabalho e conquistou não somente o acesso, mas sim o título de campeão da Série B. Ele fecha a temporada no clube com 17 vitórias, seis empates e três derrotas (73% de aproveitamento).
Enderson Moreira - Botafogo

Enderson Moreia, técnico do Botafogo (Foto: Rafael Arantes)

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários