Retrospectiva LANCE: Com parceiros 'discretos', Edenilson permanece como destaque no meio-campo do Internacional
Lance!
Retrospectiva LANCE: Com parceiros 'discretos', Edenilson permanece como destaque no meio-campo do Internacional


O ano de 2021 foi uma verdadeira montanha russa para o elenco e torcedor do Internacional, que conviveu com a emoção de bater na trave com o título do Brasileirão 2020 e acabou a edição seguinte do torneio nacional sem nenhuma vaga na Libertadores.

+ Veja no aplicativo do LANCE! o resultado dos jogos da rodada

Apesar dos altos e baixos do time, quem se manteve intacto no Inter foi Edenilson. O volante teve mais um ano acima da média e que foi o grande responsável pelos poucos e bons momentos do seu sistema: o meio-campo.

O camisa 8 mostrou categoria quando foi preciso e por muitas vezes foi o responsável por anotar gols decisivos, principalmente de pênalti.

O desempenho foi tão positivo, que ele conseguiu um lugar na convocação de Tite para a Seleção Brasileira.

Se Edenilson foi espetacular, outros jogadores do setor não puderam dizer o mesmo. Patrick, seu companheiro inseparável de quatro linhas, oscilou junto com o time e termina a temporada contestado.

Nomes que ajudam na contenção, como, por exemplo, Rodrigo Lindoso e Rodrigou Dourado, tiveram temporadas mais discretas.

O jovem Mauricio, que chegou do Cruzeiro na reta final da última temporada, ganhou espaço e termina o ano como um dos mais participativos do setor.

O garoto Johny também é mais uma joia do time que participou bastante ao longo do ano. Mesmo sem ter um grande brilho, ele teve o seu espaço no time principal e mostrou que pode ser uma peça importante para 2022 na composição de elenco.

Quem termina 2021 em baixa é Gabriel Boschilia. O meio-campista sofreu com lesões e a falta de ritmo dentro de campo. Além disso, foi envolvido em polêmica por ser criticado pelo ex-preparador físico do Colorado, Paulo Paixão.

Saídas

O setor ainda contou com baixas de prata da casa. Bruno Praxedes, uma das promessas do Inter foi negociado com Red Bull Bragantino e Nonato foi emprestado ao Fluminense.

Confira os números do meio-campo do Internacional:

Edenilson: 54 jogos/15 gols/9 assistências

Rodrigo Lindoso: 36 jogos/2 gols/1 assistência

Rodrigo Dourado: 46 jogos/5 gols/2 assistências

Patrick: 48 jogos/5 gols/ 5 assistências

Mauricio: 47 jogos/ 2 gols/ 7 assistências

Gabriel Boschilia: 20 jogos/ 0 gol/ 0 assistência

Johny: 34 jogos/ 2 gols/ 0 assistência

Murilo: 3 jogos/ 0 gol/ 0 assistência

Lucas Ramos: 10 jogos/ 1 gol/ 0 assistência

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários