Retrospectiva 2021: Manchester United reencontra Cristiano Ronaldo, mas enfrenta crise no clube
Lance!
Retrospectiva 2021: Manchester United reencontra Cristiano Ronaldo, mas enfrenta crise no clube


O ano de 2021 foi um grande balde de água fria para o Manchester United, que terminou a última temporada com dois vice-campeonatos. Para a nova época, a equipe reforçou-se com nomes como Cristiano Ronaldo, Raphael Varane e Jadon Sancho, mas falhou em conseguir resultados, e o treinador Ole Gunnar Solskjaer foi demitido.

NA TRAVE!
O Manchester United já havia começado o ano de 2021 com uma eliminação na fase de grupos da Champions League, o que colocou a equipe diretamente no mata-mata da Liga Europa. Com um time que venceu o PSG na Champions, os ingleses foram em busca do título.

A distância entre United e City na Premier League crescia cada vez mais com o passar da temporada, e os Cityzens dominaram a cidade de Manchester novamente. Na vice-liderança da competição, os Diabos Vermelhos focaram em vencer a Liga Europa.

No mata-mata da Liga Europa, o Manchester United passou por todos os seus adversários com apenas uma derrota, que não afetou muito no agregado. Os ingleses eliminaram Real Sociedad, Milan, Granada e Roma na competição continental.

A grande final da Liga Europa, disputada em Gdansk, na Polônia, contra o Villarreal, teve o Manchester United apontado como o grande favorito de vencer o jogo. No tempo normal, porém, os espanhóis saíram na frente com Gerard Moreno, mas o time inglês achou o empate com Cavani.

O jogo foi levado para a disputa de pênaltis, que durou por muito tempo. Foram batidas dez cobranças - todas convertidas - até que o Manchester United viu o goleiro David De Gea isolar a sua. O arqueiro do Villarreal, Gerónimo Rulli, converteu na sequência, levando o título para a Espanha. Cristiano Ronaldo - Manchester United

CR7 foi contratado pelo United (Foto: Divulgação/Manchester United FC)

REFORÇOS E EXPECTATIVA
Para a temporada seguinte, o Manchester United abriu o cofre com o objetivo de montar o time necessário para Ole Gunnar Solskjaer seguir o seu trabalho em busca de títulos, visto que passou a chegar em lugares altos, mas ainda sem taças.

A equipe contratou o zagueiro Raphael Varane junto ao Real Madrid e o ponta Jadon Sancho junto ao Borussia Dortmund. Os dois jogadores eram desejos antigos do Manchester United, e pareciam formar um time que brigaria até pelo título da Champions.

Perto do fim da janela de transferências, Cristiano Ronaldo, ídolo notável do Manchester United, anunciou que deixaria a Juventus. O Manchester City, então, foi atrás da contratação do atacante português, mas encontrou uma interferência do rival.

Quando o Manchester United manifestou interesse em assinar novamente com Cristiano Ronaldo, o português descartou o Manchester City, e voltou aos Diabos Vermelhos pelo valor de 15 milhões de euros, algo baixo para o mercado europeu. Ole Gunnar Solskjaer - Manchester United

Solskjaer foi demitido pelo Manchester United (Foto: OLI SCARFF / AFP)

Leia Também

CRISE
A junção dos novos reforços com o trabalho já em andamento de Ole Gunnar Solskajer, porém, não surtiu bons efeitos para o Manchester United, que passou a somar resultados ruins na Premier League e também na Champions League.

A diretoria parecia respaldar o trabalho de Solskjaer, que teria mais tempo para trabalhar e seguir com o projeto, mas a pressão de torcedores e da imprensa após resultados ruins em partidas importantes mudou a situação do Manchester United.

Os Diabos Vermelhos somaram resultados como derrotas por 4 a 2 para o Leicester City, 5 a 0 para o Liverpool dentro de Old Trafford, 2 a 0 para o Manchester City também no 'Teatro dos Sonhos' e um 4 a 1 para o Watford, que culminou na demissão de Solskjaer. Ralf Rangnick

Rangnick assumiu o United após demissão de Solskajer (Foto: Divulgação / RB Leipzig)

NOVO PLANEJAMENTO
Com a demissão de Solskjaer, o Manchester United usou o ex-volante Michael Carrick por interino por três jogos (duas vitórias e um empate), e acertou a contratação de Ralf Rangnick como treinador para o restante da temporada 2021/2022.

Rangnick, responsável por grande parte do sucesso de clubes da Red Bull, como Salzburg e Leipzig, trabalhou como treinador e diretor dos dois clubes, e assinou com o Manchester United para um projeto de longo prazo, que já terá início na atual temporada.

O planejamento do Manchester United é ter Ralf Rangnick como treinador até o final da temporada 2021/2022, quando o alemão, conhecido por ser o grande criador do 'gegenpressing', estilo de jogo adotado por Tuchel e Klopp, irá passar a trabalhar como diretor do clube.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários