Sucesso nos Jogos de Tóquio, Skate terá Centro Olímpico em Campinas
Lance!
Sucesso nos Jogos de Tóquio, Skate terá Centro Olímpico em Campinas


Campinas, no interior de Sao Paulo, será sede do Centro Olímpico de Skate, esporte que fez muito sucesso nos Jogos Olímpicos de Tóquio. A Confederação Brasileira de Skate (CBSk) anunciou que a Skate Spot foi a vencedora do edital do projeto, que terá R$ 8 milhões para fazer o projeto, que será viabilizado com recursos da Secretaria Especial do Esporte, em parceria com a Prefeitura de Campinas.

O edital foi publicado pela CBSk em 29 de outubro. A Comissão Julgadora formada pela CBSk elegeu o projeto vencedor entre duas propostas finalistas. O projeto 1, da Skate Spot Construções, Incorporações e Arquitetura Ltda, recebeu 69,23% dos votos, enquanto o projeto 2, da Pug Skate Gestão Esportiva Ltda, ficou com 30,77% dos votos. Os nomes das duas empresas foram mantidos em sigilo durante a votação.

A Comissão Julgadora foi composta pelos 12 skatistas que integram a Seleção Brasileira Olímpica de Skate (12 votos); pela Comissão Técnica da CBSk (4 votos); pelos Comitês de Park e Street (1 voto por Comitê); pelas federações e associações filiadas à CBSk (14 votos); pelo Conselho Consultivo de Gestão da CBSk (1 voto) e pela diretoria da CBSk (7 votos).

-Esse é mais um passo para a concretização desse sonho. O Centro de Treinamento Olímpico será crucial na preparação dos skatistas brasileiros para os Jogos de Paris 2024 e é também um legado. Sinto uma satisfação imensa pela forma como escolhemos o projeto, em votação democrática-disse Eduardo Musa, presidente da Confederação Brasileira de Skate.

No Japão, o skate foi responsável por três das 21 medalhas do país nas Olimpíadas, com as pratas de Rayssa Leal (categoria street), Kelvin Hoefler (street) e Pedro Barros (park). Além disso, o Brasil brilhou no Mundial de Skate Street, disputado em novembro, nos Estados Unidos, quando Pâmela Rosa sagrou-se bicampeã, com Rayssa terminando a competição em segundo lugar, mesma posição do brasileiro Lucas Rabelo.

Estrutura de ponta

Com mais de 3.100 metros quadrados de área, o Centro de Treinamento contará com pistas de Street, Park e um half pipe (vertical). O complexo também terá estrutura para atividades administrativas e multidisciplinares, como academia, vestiários, fisioterapia, centro de convivência e alojamentos, entre outras instalações.

O terreno– no já existente Centro Esportivo de Alto Rendimento -, os alojamentos e projetos sociais que ali funcionarão serão de atribuição da prefeitura de Campinas.

A CBSk é responsável pelo projeto e pela administração do espaço, a ser estabelecida em contrato de 10 anos com renovação pelo mesmo período.
A previsão é de que o Centro Olímpico de Skate tenha as obras entregues e atividades em funcionamento no 2º semestre de 2022.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários