PQPaulinho! No dia da volta do meia ao Corinthians, o L! relembra capa do jornal que entrou para a história
Fábio Lázaro
PQPaulinho! No dia da volta do meia ao Corinthians, o L! relembra capa do jornal que entrou para a história


O gol contra o Vasco na vitória por 1 a 0 do Corinthians na partida de volta das quartas de final da Libertadores de 2012, no estádio do Pacaembu , foi, com certeza, o ápice do meia Paulinho no clube do Parque São Jorge.

Além da importância esportiva do gol, que colocou o Timão na semifinal do torneio continental, que viria conquistar pela primeira vez naquela temporada, toda a apoteose no estádio do Pacembu deu ao momento toda a cara de Corinthians e fixou de vez o meia na idolatria corintiana.

No dia seguinte, a capa do Diário LANCE! levava a foto de Paulinho nos braços da Fiel, representada por apenas um torcedor, e uma expressão: 'PQPaulinho'.

A sigla que remetia ao palavrão, nada ortdoxo, é bem verdade, mas popularmente comum, foi fruto do jornalista Mateus Benato, atualmente editor na TV Globo, que à época era editor-chefe da redação paulista do LANCE!.

- Já era fim de jogo, e a equipe de repórteres e editores, no estádio e na redação, tinha 20 minutos para fechar o jornal depois do apito final. Uma correria maluca, ainda mais com um gol decisivo quase no final. Eu comecei a andar pela redação, no meio das pessoas, pensando numa manchete. Ia e vinha, e nada. Depois de alguns minutos, comecei a pensar, depois a balbuciar: 'PQP', tem que sair essa manchete, PQP". E aconteceu, PQPaulinho - contou Mateus a reportagem.

Mas a capa do LANCE! só teve o sucesso que conquistou com a nação corintiana por conta de um casamento perfeito: o insight do editor-chefe e o clique perfeito do fotógrafo Ari Ferreira, que registrou o momento exato em que Paulinho escalou o alambrado do Pacaembu e abraçou o torcedor Lucas Perassolo Vieira, que exatos nove anos, seis meses e 23 dias depois recepcionou o jogador, nesta quarta-feira (15), no retorno ao Corinthians.

- Acordei com um amigo meu me ligando e falando 'meu, você tá com dinheiro?', eu disse que estava, aí ele me disse para subir na banca em comprar todos os jornais, porque eu estava em todos. Já subi na banca que o rapaz do bairro tem faz tempo e falei: 'me vê o jornal comigo aí', e mostrei, esse, esse e esse. Comprei todos, já desci. Nas redes sociais, quanto mais abria mais visualizações, nego me ligando, adicionando. Na sexta eu saí em mais dois jornais, o cara da banca já me chamava e dizia para eu ir porque já tinha reservado para mim. Repercutiu demais, aí que eu tive a noção e falei: 'nossa, mano' - contou Lucas no documentário 'Libertados', lançado em 2014, com direção de Kim Teixeira e Ricardo Aidar.

No entanto, o próprio LANCE, ainda em 2012, já havia promovido um reencontro anterior entre Lucas e Paulinho.

Já Mateus, afirma que a expressão 'PQPaulinho' conseguiu abranger não apenas a nação corintiana, mas todos os torcedores, até mesmo os adversários, que naquele momento torciam contra o Corinthians e tiveram no palavrão uma reação adversa ao gol do meia.

- Depois, no dia seguinte, acabei até imaginando que essa manchete serviria tanto para o corintian, que vibrou na hora com o gol, e que pode ter soltado esse grito, como para o torcedor rival, que estava secando. O PQPaulinho pode ser dito, lido em várias entonações - disse o jornalista aos risos.

Tempos depois, Paulinho autografou a capa do LANCE, com a manchete criada por Benato, que enquadrou o exemplar no qual possui até hoje, mas que não existiria se não fosse a autorização do editor executivo à época, Luiz Fernando Gomes.

Leia Também

PQPaulinho

Matues Benato até hoje guarda o autógrafo de Paulinho na capa que teve a manchete do jornalista como principal (Foto: Mateus Benato)

- E, de minha parte, vale muito agradecer a duas pessoas: ao fotógrafo Ari Ferreira, que fez o clique espetacular da capa, e ao Luiz Fernando Gomes, editor-executivo à época, que me autorizou a publicar o palavrão na capa do jornal - ressaltou Mateus Benato.

Em 2022, Paulinho está de volta, justamente 10 anos após a conquistas que libertou de vez o Sport Club Corinthians Paulista da piada dos rivais que diziam que a instituição não sabia o que era conquistar a América. E na próxima temporada o Timão está garantido ao menos na fase de grupos da principal competição interclubes do continente sul-americano. Momento perfeito para que o torcedor corintiano sonhe novamente soltar o grito de 'PQPaulinho'.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários