Bahia sofre virada para o Fortaleza e é rebaixado para a Série B do Brasileirão
Futebol Latino
Bahia sofre virada para o Fortaleza e é rebaixado para a Série B do Brasileirão


Na Arena Castelão, o Fortaleza venceu o Bahia por 2 a 1 e rebaixou o rival para Série B na noite desta quinta-feira (9). Rodriguinho colocou os baianos na frente, mas Wellington Paulista e Yago Pikachu viraram o jogo. Com a vitória do Juventude sobre o Corinthians, o tricolor baiano acabou descendo de divisão. Enquanto isso, o Leão do Pici garantiu o 4° lugar na tabela.

Agora, os dois clubes encerram a temporada e entram em período de férias. As atividades se iniciam no próximo ano visando os estaduais.

>Aplicativo de resultados do LANCE! está disponível na versão iOS

TENTOU IR PARA CIMA
Os primeiros cinco minutos de jogo mostraram um Bahia interessado em abrir o placar e já afastar um pouco o risco de rebaixamento. Logo na saída de bola, Juninho Capixaba arriscou de fora da área, mas Marcelo Boeck caiu no canto para fazer a defesa.

​Apesar do ímpeto inicial, o time visitante passou a se defender mais enquanto que o Fortaleza tentou se impor. Mesmo com a bola, o Leão do Pici não conseguiu infiltrar na fechada defesa baiana.

NÃO É MMA, BOECK!
​Mesmo com ligeiro domínio do Fortaleza, aos 19 minutos, depois de bola que ficou pingando na área, Marcelo Boeck foi tentar afastar de soco, errou o alvo e acertou o rosto de Gilberto, originando a marcação do pênalti. Na cobrança, Rodriguinho deslocou o goleiro e abriu o placar para o Bahia.

Empolgado com o gol marcado, o Bahia tentou aproveitar o embalo para fazer o segundo e até conseguiu marcar. Lançado, Gilberto ficou cara a cara com o goleiro e bateu firme, rasteiro, para ampliar. Entretanto, o lance foi anulado por impedimento do camisa 9.

TUDO IGUAL
​Depois do gol sofrido e do susto, o Fortaleza voltou a ser dono do jogo e encurralou o Bahia que, por sua vez, passou a aceitar a pressão, rebatendo a bola dentro de sua área como podia.

Quando o jogo parecia ir em 1 a 0 para o intervalo, Matheus Bahia pisou no pé de Yago Pikachu na linha da área. Depois de marcar falta, o árbitro recebeu recomendação de pênalti e assinalou. Na cobrança, Wellington Paulista não deu chances para Danilo Fernandes e deixou tudo igual.

UMA PARA CADA
Na volta do intervalo, Vojvoda colocou Éderson no jogo. Logo nos primeiros minutos, o volante apareceu de surpresa na área e cabeceou, mas o arremate parou fácil nas mãos de Danilo Fernandes.

Tentando voltar à liderança do placar, o Bahia quase conseguiu o feito quando Juninho Capixaba completou cruzamento na segunda trave, mas mandou para fora. Do outro lado, Osvaldo fez lance individual, porém parou na defesa firme do goleiro adversário.

VIRA VIROU
​Pouco depois de entrar no Fortaleza, Igor Torres tratou de dar trabalho ao goleiro adversário. Em lance individual no fundo, o atacante tentou surpreender e obrigou o arqueiro a fazer a defesa difícil, contra o movimento do corpo.

Apesar do milagre, na sequência do lance, David chutou da entrada da área e a bola pegou no braço de Conti. Após análise no VAR, o árbitro assinalou o terceiro pênalti do jogo. Yago Pikachu assumiu a responsabilidade da cobrança e virou o jogo na Arena Castelão.

BOECK SALVA
Precisando do empate a todo custo, o Bahia se lançou com tudo ao ataque e só não teve êxito graças a Marcelo Boeck. O goleiro do Fortaleza espalmou cobrança de falta de Rodallega. Minutos depois, o arqueiro cresceu para cima de Gilberto, que dominou no peito e finalizou firme dentro da área.

A partida esquentou nos minutos finais após Gilberto tentar fazer o gol em lance rápido, quando a defesa do Fortaleza não estava atenta. Entretanto, apesar da pressão, o Bahia não conseguiu deixar tudo igual e acabou rebaixado à Série B.

FICHA TÉCNICA
FORTALEZA 2 X 1 BAHIA
​​​ Local : Arena Castelão, em Fortaleza (CE)
Data/Horário : 09 de dezembro de 2021 (quinta-feira), às 21h30
Árbitro : Flávio Rodrigues de Souza (SP)
Assistentes : Guilherme Dias Camilo (MG) e Miguel Cataneo Ribeiro da Costa (SP)
Gols : Rodriguinho (24'/1°T), Wellington Paulista (50'/1°T), Yago Pikachu (33'/2°T)
Cartões amarelos : Marcelo Boeck, Matheus Vargas, Yago Pikachu, Osvaldo (Fortaleza), Raí, Conti (Bahia)

FORTALEZA : Marcelo Boeck; Tinga, Marcelo Benevenuto e Titi; Yago Pikachu, Matheus Vargas (Lucas Lima, aos 22'/2°T), Felipe (Éderson, aos 0'/2°T) e Matheus Jussa; Osvaldo (Bruno Melo, aos 36'/2°T), Wellington Paulista (Igor Torres, aos 22'/2°T) e David (Depietri, aos 49'/2°T). Técnico: Juan Pablo Vojvoda.

BAHIA : Danilo Fernandes; Nino Paraíba, Conti, Luiz Otávio e Matheus Bahia; Edson (Rodallega, aos 37'/2°T), Patrick de Lucca (Ronaldo César, aos 39'/2°T), Raí, Rodriguinho (Daniel, aos 39'/2°T) e Juninho Capixaba (Lucas Mugni, aos 13'/2°T); Gilberto. Técnico: Guto Ferreira.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários