Invicto no MMA, brasileiro sonha com ida para o UFC: 'Tenho potencial para estar lá'
Lance!
Invicto no MMA, brasileiro sonha com ida para o UFC: 'Tenho potencial para estar lá'


André Vieira, popularmente conhecido como “Bebessauro”, vem se destacando cada vez mais no cenário do MMA nacional. Oriundo da luta em pé, o lutador peso-pesado de 32 anos está invicto em seu cartel nas artes marciais mistas, com cinco vitórias contabilizadas. A última delas veio no último dia 21 de novembro, quando derrotou o duro André Monstro por decisão unânime dos jurados no card do Favela Kombat 35.

- Minha vitória aconteceu contra o campeão do Jungle Fight, André Monstro. Eu sabia que seria uma luta muito difícil, mas me preparei como fosse a chance da minha vida. Tive a oportunidade de acabar a luta ainda no primeiro round, mas nem tudo na vida é do nosso jeito. Como eu falei, do outro lado tinha o número 1 do ranking da categoria peso-pesado no Brasil, então acho que fiz uma boa performance, tendo a certeza de que sou melhor do que eu me apresentei naquele dia - analisou.

Profissional no MMA desde janeiro do ano passado, após trajetórias vitoriosas no MMA amador e também no Muay Thai e no Kickboxing, André “Bebessauro” fez um breve balanço do seu início como profissional nas artes marciais mistas, destacando as lutas mais importantes que fez até o momento, como conta a seguir.

- Até o momento, venho com um cartel invicto de cinco vitórias no MMA profissional. Acho que eu nunca tive luta fácil. Se vocês forem ver os detalhes do meu cartel, vão perceber que eu lutei com os melhores e na categoria dos pesos pesados é muito difícil chegar a 5-0. Pra mim, uma luta marcante foi a minha estreia no MMA profissional contra o atleta Carlos Aquino, da academia TFT. Uma luta dura, onde eu consegui um nocaute no segundo assalto. Já a minha luta mais importante foi minha terceira luta profissional, contra o atleta Wagner Maia, que já lutou com os melhores do Brasil e era o favorito para vencer. Fizemos uma guerra e graças a Deus consegui sair com a vitória - relembrou.

Por fim, o atleta de 32 anos, natural do Rio de Janeiro, falou sobre os seus próximos objetivos no MMA e, como não poderia deixar de ser diferente, destacou que seu principal sonho é, um dia, fazer parte do plantel do UFC.

- Meu sonho é chegar ao maior evento de MMA do mundo, o UFC. Esse é o sonho de qualquer atleta e eu sei que tenho potencial para estar lá junto com o esquadrão brasileiro. Só estou aguardando eles falarem o que tenho que fazer para chegar ao meu sonho. Treino todos os dias como se fosse o último, sei que está faltando pouco e quanto mais tempo passar, mais estarei mas forte. No Brasil, ninguém que lutar comigo, mas eu nunca corri de ninguém e acho que provei isso na minha luta pelo Favela Kombat, onde trouxeram o número 1 do Brasil no peso-pesado e eu acabei com a estratégia dele. Acho que eu mereço estar no UFC, afinal, tenho cartel 18-0 juntando Muay Thai e Kickboxing, 3-0 no MMA amador e 5-0 no profissional lutando com os melhores. Tá faltando o quê? - concluiu.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários