Marcos Felipe comenta relação com torcida e reta final do Fluminense no Brasileiro: 'Daremos o nosso máximo'
Lance!
Marcos Felipe comenta relação com torcida e reta final do Fluminense no Brasileiro: 'Daremos o nosso máximo'


Destaque na última quarta-feira, Marcos Felipe brilhou na vitória sobre o Internacional. Em entrevista coletiva, o goleiro do Fluminense relembrou a atuação da última rodada, e também comentou críticas em relação à defesa de pênaltis durante a temporada. Contudo, afirmou que celebra mais o desempenho coletivo que o individual.

- Foi uma defesa em que consegui ajudar a equipe no momento em que a gente sofria a pressão na partida. Após o gol que havíamos feito, pude contribuir. Fico feliz, mais com o desempenho da equipe como um todo, do que com a minha defesa. Eu sou uma parcela pequena que pode ajudar. Em relação aos que ainda tem dúvida quanto à minha qualidade e capacidade, eu respeito a opinião de cada um. O que eu tenho que fazer é trabalhar. Eu sou um goleiro jovem ainda, com 25 anos, tenho muito o que aprimorar. Sobre os pênaltis, eu trabalho diariamente para tentar ajudar a equipe no momento da penalidade, estudo os adversários e procuro fazer o meu melhor. Infelizmente, durante a temporada só consegui pegar um pênalti, mas eu tenho trabalhado para tentar melhorar isso - disse o Marcos Felipe.

Marcos Felipe aproveitou para avaliar positivamente o trabalho de Marcão . Segundo o arqueiro, o técnico tem uma relação de parceria com o elenco, que devolve a confiança depositada pelo técnico. Além disso, destacou que o relacionamento com a torcida tem melhorado a cada partida em casa.

- Antes de tudo, o Marcão é ídolo do clube, então isso conta muito. Ele é um cara amigo, parceiro, tem nos ajudado bastante e sempre procura passar tudo que ele já aprendeu para que a gente execute no campo. Quanto à torcida, [a relação] cada vez mais tem melhorado, a gente tem se aproximado e isso é muito bom. Reflexo disso foi o jogo de quarta-feira, em que a torcida fez uma festa muito linda. Creio que daqui para frente tende a melhorar cada vez mais esse relacionamento, que é muito importante. Espero cada vez mais dar alegria ao torcedor.

A três jogos do fim da temporada, o Fluminense luta pela classificação para a Libertadores do ano que vem. O arqueiro tricolor demonstrou confiança para os duelos decisivos e revelou que toda a equipe está focada em ter o melhor desempenho dentro das quatro linhas.

- A conversa que todos tem tido é desempenhar o melhor futebol. Sabemos que, do outro lado, existe um adversário e um trabalho que tem sido feito a temporada inteira, então procuramos nos unir dentro de campo para um ajudar o outro, correr pelo outro. Prova disso é que, na quarta-feira, fomos na raça e terminamos coroados com a vitória. Lá, no domingo, não vai ser diferente. Nosso lema é o Time de Guerreiros e nós vamos lutar pelo nosso objetivo. Temos que colocar o Fluminense sempre no topo das competições, onde tem que estar. Tanto domingo, como nos próximos dois jogos, vamos lutar para colocar o Fluminense onde ele merece.

Criticado por parte da torcida, Marcos Felipe disse que não tem problemas com avaliações negativas, mas ressalta que o respeito é necessário. Recentemente, o goleiro respondeu torcedores nas redes sociais após ser alvo de críticas.

- Procuro sempre respeitar o torcedor porque ele tem todo o direito de cobrar e querer que eu faça o meu melhor. Procuro não ficar debatendo e ser o mais justo possível. Aceito a crítica, mas prezo pelo respeito. Todos nós temos que respeitar um ao outro. As críticas construtivas eu aceito, sem problema nenhum. Sempre respeitei e amei a torcida do Fluminense, e acredito que a torcida me respeita. Fica o meu carinho e amor por eles, independente de qualquer coisa - afirmou.

> Confira a classificação da Série A do Brasileiro

Leia Também

Prestes a enfrentar duas rodadas fora do Rio de Janeiro, contra Atlético-MG e Bahia, Marcos Felipe reconhece que o jogo sem mando de campo é um desafio. Ainda assim, o goleiro projetou o próximo duelo e disse que quer conquistar os três pontos.

- A gente sabe que jogar fora de casa não é fácil. O adversário tem a torcida, até mesmo quando não tinha, existia a questão de conhecer o gramado e do estilo de jogo deles. Mas no domingo, vamos tentar propor o jogo, daremos o nosso máximo e trabalharemos para que a gente possa conseguir os três pontos no Mineirão - afirmou.

Apesar do bom aproveitamento diante de times que brigam pelo topo da classificação do Brasileiro, o Fluminense teve dificuldade de arrancar pontos de clubes que lutam contra o rebaixamento. No entanto, Marcos Felipe afirmou que o elenco não se prepara para os jogos de acordo com a colocação dos adversários, e sim procurando corrigir os problemas internos.

- Nós respeitamos todos os adversários, independente de estar em cima ou embaixo [na tabela]. Trabalhamos todos os dias pela vitória. Infelizmente, em alguns deles não sai da maneira que a gente espera. É trabalhar cada vez mais, procurar onde podemos melhorar para ter um bom desempenho, tanto contra times que estão na parte de cima, como na parte de baixo. É procurar sempre onde está o problema para que a gente possa sanar, principalmente nos últimos três jogos, que são decisivos para definir o futuro. É olhar tudo que a gente precisa para conquistar o nosso objetivo.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários