Controle de lojas, distribuição em milhão e desenho conjunto: detalhes da proposta da Volt ao Botafogo
Sergio Santana
Controle de lojas, distribuição em milhão e desenho conjunto: detalhes da proposta da Volt ao Botafogo


A chance do Botafogo em mudar de fornecedor esportivo é real. O clube tem uma proposta da Volt na mesa, como o LANCE! adiantou , e estuda a possibilidade de fazê-lo. Os números oferecidos pela marca brasileira são os que mais impressionaram o Alvinegro até agora, mas o clube ainda não fez uma decisão.

+ Botafogo supera toda a bilheteria do Brasileirão de 2019 com o valor ganho contra o Operário, na Série B

A Volt aposta para o Botafogo ser o destaque da empresa. Atualmente, a marca brasileira patrocina clubes como América-MG, CSA e Figueirense. Por isto, a companhia vê o Alvinegro como uma oportunidade de chegar com o "pé na porta" no mercado. Consequentemente, os números envolvidos são altos.

O Botafogo tem o contrato na mesa: as bases do documento são distribuição, gestão de varejo, desenvolvimento em conjunto com o clube e parte financeira. O LANCE! explica.

Ao mesmo tempo que pretende assinar os uniformes do Botafogo, a Volt também quer controlar todas as lojas físicas do clube. Vale lembrar que os estabelecimentos do Alvinegro não estão funcionando desde o meio do ano , quando a atual diretoria rompeu o contrato antigo por entender que as bases não eram vantajosas. O Glorioso possui os estabelecimentos de General Severiano e do Estádio Nilton Santos. Volt no CSA

Volt é uma marca brasileira (Reprodução/Twitter CSA)

Uma das apostas da marca brasileira passa pela distribuição. A Volt garantiu ao Botafogo que consegue produzir mais de um milhão de camisas em uma fábrica própria. Ao cuidar as lojas físicas, também estaria a par de distribuir os uniformes.

No que diz respeito aos desenhos do uniforme, o Botafogo teria liberdade e participação na produção do design das peças. Vale ressaltar que este é o modelo atual do contrato com a Kappa - a equipe do Alvinegro que desenha as atuais peças do clube.

Financeiramente, o Botafogo ganharia um valor fixo por mês e variáveis por cada peça vendida nas lojas oficiais - físicas ou online. Os valores são os mais altos oferecidos pela empresa em relação aos outros times patrocinados. O tempo de contrato é válido por duas temporadas.

Leia Também

E O BOTAFOGO?
O Botafogo ainda não tomou uma decisão. As conversas com a Volt evoluíram desde que Lênin Franco, Diretor de Negócios do clube, encontrou com representantes da Volt na Confut, conferência realizada em Maceió no fim do mês passado .

+ Título da Série B, planejamento para 2022 e superação: diretor do Botafogo abre o jogo; veja o vídeo!

A Volt intensificou a proposta nos últimos dias e os valores estão à mesa do Botafogo. O clube, porém, possui um termo com a Kappa, atual fornecedora. A marca italiana pode equiparar qualquer proposta feita por outra empresa até dezembro, tempo do vínculo.

Nenhuma resposta neste sentido chegou ainda, então o clube ainda não pode descartar a Kappa da jogada. O Botafogo não bateu o martelo em relação a isto e entende que a decisão precisa ser "altamente estudada", apesar de considerar a Volt como uma possibilidade.

Nas redes sociais, a resposta da torcida em relação à Volt foi, em suma maioria, negativa. O Botafogo entende e leva em consideração esse posicionamento, mas coloca a parte financeira e de distribuição acima de qualquer questão na decisão. A resposta deve sair em breve.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários