Com desfalques, Corinthians fecha preparação para enfrentar o Ceará
Lance!
Com desfalques, Corinthians fecha preparação para enfrentar o Ceará


Sem poder contar com o volante Cantillo e o meia Giuliano, que se recuperam de lesões musculares , o Corinthians fechou na manhã desta quarta-feira, no CT Joaquim Grava, a sua preparação para enfrentar o Fortaleza nesta quinta, às 20h, no Castelão, em Fortaleza, pela 35ª rodada do Campeonato Brasileiro .

TABELA
> Veja classificação e simulador do Brasileirão-2021 clicando aqui

> Conheça o aplicativo de resultados do LANCE!

GALERIA
> Veja até quando vai o contrato de cada jogador do Corinthians

No local, o técnico Sylvinho comandou o terceiro trabalho desta semana visando o confronto no qual o Alvinegro lutará para permanecer no G4 da competição, a zona de classificação direta à fase de grupos da Copa Libertadores. Com 53 pontos, a equipe corintiana ocupa o quarto lugar da tabela, logo à frente do Fortaleza, quinto colocado, com 52, que em outro duelo da noite desta quinta-feira enfrentará o Santos, na 19h, na Vila Belmiro.

No trabalho desta quarta-feira, os atletas participaram de um aquecimento no Campo 1 do CT e em seguida foram a outro gramado do local, onde Sylvinho comandou uma atividade de marcação e posse de bola em campo reduzido.

Depois disso, na parte final do treino, os atletas praticaram bolas paradas ofensivas e defensivas já simulando situações que poderão ser enfrentadas no jogo em que o Timão tentará encerrar um jejum de sete partidas sem vitórias fora de casa no Brasileirão - a última foi obtida no dia 28 de agosto, quando bateu o Grêmio por 1 a 0, em Porto Alegre, pela 18ª rodada do primeiro turno.

Mais uma vez sem poder contar com Cantillo e Giuliano, que se recuperam de lesões no músculo posterior da coxa direita, Sylvinho deverá repetir a mesma escalação da equipe que venceu o Santos por 2 a 1, no último domingo, na Neo Química Arena, onde iniciou com Cássio; Fagner, João Victor, Gil e Fábio Santos; Gabriel; Du Queiroz, Gabriel Pereira Renato Augusto e Róger Guedes; Jô.



    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários