Campeão peso e absoluto do Mundial Master, Roberto Cyborg fala sobre possível boicote na transmissão do evento: “disseram que foi um ‘bug’”
Lance!
Campeão peso e absoluto do Mundial Master, Roberto Cyborg fala sobre possível boicote na transmissão do evento: “disseram que foi um ‘bug’”


Um dos maiores nomes da atualidade no Jiu-Jitsu, Roberto Abreu, o Cyborg, vem fazendo história e colecionando títulos na arte suave. O mais recente foi no Mundial Master da IBJJF, quando ele faturou peso e absoluto do master 2. Mas, o mais impressionante na carreira do líder da Fight Sports é que ele costuma lutar entre os adultos e abocanhar diversos títulos. Seus feitos são notáveis, mas ele acabou não tendo a sua luta exibida pela empresa responsável pela transmissão do evento e muito menos teve o seu nome publicado nos resultados da competição no site da mesma empresa. Em entrevista ao Podcast MMA Hoje, o faixa-preta de Jiu-Jitsu falou sobre a conquista de mais um título, sua colocação no ranking Mundial e analisou o possível boicote sofrido na transmissão.

“Eu até chamei o editor da Flograppling antes de lutar, pois tinham tirado o meu nome da lista do ranking. Era para ser o número um do ranking mundial hoje, mas hoje é o Tim Springs, que ganhou um campeonato nos últimos anos. Eu tive que ralar muito para ficar em primeiro lugar. E eu ganhei dele esse ano, ganhei o cinturão do Fight 2 Win derrotando ele no evento. E agora fui campeão mundial peso e absoluto e sou apenas o terceiro do ranking e o meu nome estava em negrito. Era o único na lista que você não conseguia clicar. Não me mencionaram como um dos destaques que ia lutar nesse evento e eu fui perguntar a eles o que estava acontecendo, se tinha algum problema comigo ou com a minha equipe, porque também não mencionaram os atletas da minha equipe que venceram no Mundial Master”, contou Cyborg, que lamentou a justificativa da empresa.

“A justificativa foi que tinha dado um “bug” no site e disseram que nunca tiveram nenhum tipo de preconceito comigo e que eram super neutros. O que não é verdade, pois depois eu fui campeão e, além de não exibirem as minhas lutas, eles também não me mencionaram o meu nome. Eu fico muito triste com isso, porque a Flograppling sendo a maior empresa de streaming responsável pela transmissão dos eventos de Jiu-Jitsu, não podem ter um posicionamento como esse”, disse o casca-grossa.

A entrevista completa, onde Cyborg aborda esse e diversos outros assuntos estão disponíveis no Spotify (https://tinyurl.com/spotifymmahoje) e no YouTube do canal MMA Hoje (https://www.youtube.com/c/MMAHoje). O programa comandado por Raphael Auad e pelo bicampeão mundial absoluto Márcio “Pé de Pano” vai ao ar toda terça-feira.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários