Facebook não deseja renovar direitos para transmitir a Libertadores, diz representante da rede social
Lance!
Facebook não deseja renovar direitos para transmitir a Libertadores, diz representante da rede social


O Facebook não deseja renovar o direito de transmitir jogos da Libertadores à partir de 2023 por entender que o torneio já será um produto da rede social de forma indireta, através de parcerias com as detentoras do direito. A Meta, empresa que gerencia a rede social, pode transmitir jogos da competição até o ano que vem. A informação foi publicada pelo site 'ge.globo'.

- Compramos os direitos com esses objetivos de trazer esses conteúdos para a plataformas e ativar esses conteúdos com esses objetivos de negócios. Hoje, não temos esses direitos da Champions, continuamos a ter até o ano que vem da Libertadores, e quaisquer outros eventos esportivos, a gente comprando diretamente o direito ou fazendo parceria com quem é detentor, esses conteúdos vivem na nossa plataforma e são distribuídos de forma diferente - disse o gerente de parcerias esportivas da Meta, Pitter Rodriguez.

O Facebook também já não detém os direitos da Champions League, mesmo um grande resultado em termos de audiência, alcançando 13 milhões de pessoas na América Latina, na final de 2020 da competição. O gerente acentuou que o objetivo não é tirar o espaço da competição.

- O nosso posicionamento aqui nunca mudou, sempre foi conectar parceiros de esporte aos seus objetivos de negócios. Parceiros de esporte falamos de emissoras, atletas, times de futebol e outras modalidades, criadores de conteúdo, influenciadores e obviamente as ligas esportivas, como a Champions League, que fazíamos a transmissão do Facebook, e a Libertadores, que fazemos a transmissão. Seja monetizando conteúdo, chegando a mais pessoas, criando relacionamento com fã, ativando patrocínio, vendendo produtos - completou.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários