Com início 'letal', Flamengo derrota Internacional e segue na 'caça' à liderança do Brasileirão
Vinícius Faustini
Com início 'letal', Flamengo derrota Internacional e segue na 'caça' à liderança do Brasileirão


O futebol avassalador do ataque do Flamengo foi comprovado em campo mais uma vez no Brasileirão. Com gols de Gabigol e Andreas Pereira, o Rubro-Negro precisou de dez minutos para derrotar o Internacional por 2 a 1 na noite deste sábado (20), no Beira-Rio (Taison fez o gol colorado), e chegar aos 66 pontos na competição. A equipe comandada por Renato Gaúcho segue na "caça à liderança" (está a oito pontos do Atlético-MG). Já o Internacional segue com 47 pontos.

O Flamengo volta a campo nesta terça-feira (23) para encarar o Grêmio, na Arena do Grêmio, também pelo Brasileirão. Depois, volta suas atenções para a final da Copa Libertadores, no sábado que vem (27), diante do Palmeiras.

DEZ MINUTOS FULMINANTES

O Internacional ensaiou uma tentativa de tomar a iniciativa do jogo, apostando em lançamentos para Taison e Patrick. Mas o Flamengo precisou de poucos minutos avassaladores para abrir uma vantagem segura.

Em arrancada iniciada por Andreas Pereira, Vitinho passou e, após corta-luz de Michael, Gabigol bateu colocado no fundo da rede. Diante de um adversário desconcentrado, o Rubro-Negro teve cautela para ampliar o marcador logo depois. Em um contra-ataque, Vitinho esticou para Everton Ribeiro. O camisa 7, de primeira, lançou e Andreas Pereira surgiu livre para completar.

COM O PÉ NO ACELERADOR!

Aos poucos, a equipe colorada se organizou ofensivamente e trouxe perigo para o Flamengo. Depois de uma bola alçada, Taison exigiu Diego Alves. Em seguida, o camisa 1 se desdobrou para evitar tentativa de Palacios à queima-roupa. Porém, por mais que o Inter se esmerasse ir à frente em investidas de Patrick e Edenílson, o Rubro-Negro era mais incisivo.

Os comandados de Renato Gaúcho aproveitavam os espaços adversários e engatavam sucessivos contra-ataques com Michael e Vitinho. Em um deles, Everton Ribeiro caiu na área e o Flamengo pediu pênalti após choque com Mosiés. Em seguida, Michael e Vitinho exigiram Marcelo Lomba. Everton Ribeiro encontrou Vitinho e o camisa 11 serviu para Gabigol. Porém, o centroavante finalizou para fora.

INTER REAGE E DEIXA JOGO 'FRANCO'

O fôlego foi a arma para o Internacional mostrar seu poderio ofensivo. Taison se lançou no contra-ataque, fez a tabela com Palacios e bateu rasteiro na saída de Diego Alves.

Em seguida, Saravia abriu caminho para Edenilson, mas o meia finalizou sem força e viu o goleiro rubro-negro defender. Diante de um Flamengo hesitante na marcação, o Inter teve nova oportunidade com Palacios. A reta final rendeu novo momento de pressão. Após lançamento de Dourado, Edenilson escorou e Diego Alves saltou para defender. Na sobra, Patrick emendou de primeira, mas David Luiz se desdobrou para salvar em cima da linha.

INTER LUTA E FLA PERDE CHANCES

A volta do intervalo trouxe um Internacional mais organizado e que batalhava para retomar as rédeas da partida. Além da forte pressão e buscar investidas com Patrick e Palacios, o time da casa assustou em cobrança de falta de Moisés e em jogada na qual Taison concluiu rente à trave.

Mesmo diante do novo panorama, o Flamengo continuava a colecionar chances desperdiçadas. Filipe Luís cruzou e Gabigol cabeceou para fora. Vitinho concluiu, a bola chegou a desviar em Cuesta, mas Marcelo Lomba defendeu. O goleiro colorado também salvou chance de Gabigol.

Michael tentava arrancadas, mas se atrapalhava ao se desvencilhar de Saravia. Em boa investida, Vitinho passou como quis pela esquerda, só que chutou muito mal. Em nova brecha nas costas de Saravia, Gabigol lançou e Kenedy encheu o pé. Marcelo Lomba saltou para salvar.

PRESSÃO, VAR E... VITÓRIA DO FLAMENGO!

As alterações aumentaram o ímpeto ofensivo do Internacional na reta final. Em cobrança de escanteio, Patrick desviou de cabeça e, diante de Diego Alves obrigou William Arão a se desdobrar para salvar de chaleira. Em seguida, Taison encheu o pé e a bola passou rente à trave de Diego Alves.

Com as mudanças promovidas por Renato Gaúcho (inclusive De Arrascaeta voltando a campo), o Flamengo chegou a comemorar um gol. Matheuzinho desceu pela direita, Gabigol desviou e Marcelo Lomba fez a defesa. Na sobra, Kenedy mandou para a rede. Contudo, o VAR anulou a jogada por impedimento do camisa 9 rubro-negro.

Os comandados de Diego Aguirre continuaram a lutar, mas tropeçavam em seus erros e abriam caminhos para contra-ataques. Com um início de jogo impecável e postura impetuosa, o Rubro-Negro garantiu os três pontos e se mantém na "caça" à liderança do Brasileirão. Além disto, ganhou ainda mais moral perto da decisão da Libertadores.

FICHA TÉCNICA

INTERNACIONAL 1x2 FLAMENGO

Data-Hora: 20-11-21 - 21h30 (de Brasília)
Estádio: Beira-Rio, em Porto Alegre (RS)
Árbitro: Savio Pereira Sampaio (DF)
Assistentes: Daniel Henrique da Silva Andrade (DF) e Jose Reinaldo Nascimento Junior (DF)
VAR: Wagner Reway (VAR-Fifa/PB)

Cartões amarelos: Bruno Méndez, Moisés (INT), Gabigol (FLA)

Gols: Gabigol, 4/1T (0-1), Andreas Pereira, 9/1T (0-2), Taison, 40/1T (1-2)

INTERNACIONAL: Marcelo Lomba; Saravia (Heitor, 30/2T), Bruno Méndez, Cuesta e Moisés; Rodrigo Lindoso, Rodrigo Dourado (Maurício, 30/2T), Edenilson e Patrick (Gustavo Maia, 43/2T); Taison e Palacios (Matheus Cadorini, 30/2T). Técnico: Diego Aguirre

FLAMENGO: Diego Alves; Isla (Matheuzinho, 33/2T) Rodrigo Caio, David Luiz e Filipe Luís (Ramon, 38/2T); Willian Arão, Andreas Pereira e Everton Ribeiro (De Arrascaeta, 33/2T); Michael (Rodinei, 33/2T), Vitinho (Kenedy, 24/2T) e Gabigol. Técnico: Renato Gaúcho

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários